LEIA + CONEXÃO NO CONEXÃO PLANETÁRIA

LEIA + CONEXÃO NO CONEXÃO PLANETÁRIA
PARA FICAR BEM ANTENADO - VVVEEENNNHHHAAAA ! BERTOLDO BRECHA É A MÃE

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

MÁ FÉ !? ESTADO NÃO PAGA SERVIDORES DA JUSTIÇA PARA REFORÇAR NECESSIDADE DO DECRETO DE CALAMIDADE PÚBLICA ?!

JUIZ CRITICA ESTADO, E STF CONCEDE HABEAS CORPUS MANDANDO JUSTIFICAR O NÃO PAGAMENTO


NOVO ARRESTO SÓ ARRECADA R$ 61 MILHÕES, E NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR SALÁRIO INTEGRAL DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA.

Os servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJ-RJ) fizeram na tarde de hoje - segunda-feira, dia 31/10/2016 - um protesto em frente ao Fórum Central, no Centro da cidade do Rio de Janeiro.

A categoria - Ativos, aposentados e pensionistas - deveriam receber integralmente hoje os seus salários, mas pouco mais da metade dos vencimentos foi depositado para os ATIVOS, enquanto aposentados e pensionistas nada receberam. 

Apesar do juiz Leonardo Grandmasson, da 8ª Vara de Fazenda Pública, ter determinado inclusive o arresto de de contas de autarquias estaduais - Detran/RJ, da Loterj, da Agenersa e Agetransp - o montante ARRESTADO não foi suficiente para cobrir toda a folha salarial. 

O magistrado em seu despacho, criticou duramente a falta do repasse obrigatório ao TJ-RJ. 

"O não repasse do duodécimo constitucionalmente previsto, se afigura como verdadeiro ato atentatório ao Poder Judiciário, caracterizando, inclusive, má-fé do Executivo ao dispor de verba que não é sua.”

O governo do ESTADO DO RIO DE JANEIRO afirma que segunda-feira da próxima semana - dia 07/11 - ele deverá ter repassado todo o dinheiro referente ao DUODÉCIMO (parcela do Orçamento destinada ao Judiciário). 

A JUSTIÇA pretende continuar a ARRESTAR recursos até que toda a folha seja paga. Não se sabe ainda se o ARRESTO vai ser estendido para tentar agilizar o pagamento dos aposentados do TJ.

Há quem veja no NÃO PAGAMENTO de agora, uma manobra do ESTADO para reforçar a necessidade de aprovação do ESTADO DE CALAMIDADE - será votado amanhã na ALERJ - e também uma forma de PRESSÃO para aprovar o PACOTE DE MALDADES contra os servidores do ESTADO. 

O STF MANDOU o governo apresentar sua justificativa para o atraso.

Cresce a preocupação quanto ao pagamento do restante do funcionalismo.

56 comentários:

  1. Agora quero ver se esses governantes malditos não vão preso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não senhora Mônica pataro

      Excluir
  2. So os serventuarios e aposentados devem ter ficado para traz.

    ResponderExcluir
  3. So os serventuarios e aposentados devem ter ficado para traz.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde. Servo, muito bom o artigo. Realmente está bem esquisito. Lembro que nos dois últimos meses, quando se fez o arresto para pagar o restante dos servidores, aposentados e pensionistas, não achava dinheiro mas de repente o Estado quitava a folha... Sem transparência, fica a desconfiança... O governo quer aprovar o pacote de maldades de qualquer jeito, então dá o que pensar... Estou bastante preocupada com o pagamento este mês.

    ResponderExcluir
  5. Então arresto proibido foi só pra outra classe de servidores, do executivo?
    Servo, será q uma ação conjunta contra o estado a respeito disso tudo q vem acontecendo conosco, seria uma boa coisa a ser feita agora?

    ResponderExcluir
  6. Servo, hoje assistindo ao Globo News, o reporter no Palácio Guanabara informou que o Sr. Pezão vai exigir, além dos 14% pretendidos, mais 15%, formando um total de 29% de desconto sobre nossos salários e proventos. Essa sinistra notícia procede? Soube de algo a respeito? Custo crer que seja verdade, enfim, com a conivência dos medalhões do STF tudo é possível, não é?

    ResponderExcluir
  7. Não é má fé, é roubo mesmo, pra se ter uma ideia, o secretário de fazenda anterior, voltou para a Petrobras, mas não perdeu o seu salário de mais de 60 mil reais mensais, com certeza, esse valor esta sendo dividido com alguém.e como esse, são todos os outros que irão sair, com essa reforma corrupta, que vai nascer amanhã, terça, dia 1/11

    ResponderExcluir
  8. CREIO SOMENTE NA JUSTIÇA DE DEUS.

    ResponderExcluir
  9. Boa noite, apesar do desanimo em relacao ao futuro dessa nacao, fiquei um pouco melhor ao ouvir na tv q a grande abstencao d voto, revela q o povo esta descrente em relacao a politica atual. Ontem ao acordar resolvv q n ia ter o trabalho de pegar conducao, gastando meu dinheiro c uma,eleicao em q tds sabiam quem ia ganhar. Foi a primeira vez q n participei de uma eleicao, e sabem d uma coisa? Me senti muito bem. Quem sabe q em outras eleicoes tds percebam q n importa em quem vencemos, pq nosso candidato mesmo q venca, saira perdendo,pq sers boicotado, caluniado, ate perder o cargo. E espero q essa classe q hoje repudio(politicos) acabem percebendo q o povo acordou. Juntos somos fortes. E so minha opiniao( o q acho q ainda temos direito)

    ResponderExcluir
  10. Vamos mesmo crer em Deus,porque só ele para nós ajudar,que situacao.

    ResponderExcluir
  11. Vamos mesmo crer em Deus,porque só ele para nós ajudar,que situacao.

    ResponderExcluir
  12. Vamos ver se a ministra Carmem Luzia agora abra o olho e ver as maldades que esse governo está fazendo com os servidoras, ela falou o que falam dos juízes tbm estam falando dela agora vamos ver o que estam fazendo com eles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? Estão mexendo no salário dela? Rsrs

      Excluir
  13. Clausi silva - CVS31 de outubro de 2016 21:10

    Interessante como cada mes que passa as coisas so pioram nesse governo. E a folha que aumenta direto, no inicio do ano era de 1 bilhao e meio e hoje ja esta em 2 bilhoes. Nenhuma atitude fki tomada em 1 ano!!! Agora nao tem dinheiro para o repasse do judiciario!!! O que vai resolver e descontar dos salarios do executivo??? Acordem!!! O pezao ja disse que vai continuar as isencoes... nao e uma questao de crise e sim de querer acabar com um estado. Mais 2 anos, aguentaremos???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resposta parece óbvia: NÃO!
      Mas quem vai tirar esse governo podre? O FBI? O ET de Varginha? Os suecos, russos ou japoneses? Só não conte com os servidores aposentados e pensionistas...

      Excluir
  14. Hoje fiquei sabendo que só quem recebeu 30% dos salários do Tjrj ,foram os funcionários do Tjrj na ativa. Nenhum aposentado ou pensionistas e juízes e desembargadores( aposrntados e ativos) receberam seu salário. Agora é aguardar.

    ResponderExcluir
  15. Sacanagem pois criancas não esperam pra comer pois sou cotista tenho filhos doentes que nessecitam de muitas coisas e agora como vai ficar muitos inativos doentes precisando de medicamentos e alimentos não existe falência existe safadeza pois um político recebe em torno de dez a trinta mil por mês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Janaina. E ainda há quem diz que somos exploradores. Que não trabalhamos e que só enrolamos durante estes anos. Sou aposentada da educação e sei o quanto trabalhei. E como eu,tem muitos que trabalharam e são dignos de uma aposentadoria tranquila e não este sofrimento todo mês.

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Os inativos trabalharam anos e anos para que esses safados agora não pagam pois eles tem família e precisam pagar as contas fdp

    ResponderExcluir
  18. Servo os já tem data prevista para o pagamento dos ativos e inativos da educação segurança etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os ativos da educação devem receber esta semana. Agora os aposentados e pensionistas só Deus poderá nos dizer. Quem sabe depois do dia 16?

      Excluir
    2. BOM DIA

      A data agora é a de 16 de novembro para todos os servidores, ativos, aposentados e pensionistas.

      Os ativos da EDUCAÇÃO recebem via recursos do FUNDEB, pode ser que o ESTADO resolva pagar antecipadamente. Pode ser que resolvam o mais cedo possível pagar também os ativos da segurança, com medo (DE ATRASAR) e do reflexo que isso possa ter na "desmotivação da tropa."

      Essa situação de não ter nem dinheiro, ou dizer que não tem, para pagar o pessoal do JUDICIÁRIO, embaralhou tudo. Agora é só esperar para ver o que acontece.

      Excluir
    3. Como que eles vão sofrer se os deles são os primeiros a serem depositados . Me digam por que que eles vão se preocupar?

      Excluir
  19. Pimenta nos.olhos.dos.outros e refresco né vamos ver como eles vão reagir por estarem passando a mesma coisa que nos passamos todo mês implorando nosso salario

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com o anônimo acima. Enquanto não estavam mexendo com o salário deles ficavam tranquilos. Agora estão sentindo na pele o que passamos todo mês. De repente até alguns nos criticaram. Não fico feliz com esta situação pra ninguém.

      Excluir
  20. Quando que vamos receber em??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOA MADRUGADA

      Mas, essa pergunta é de difícil resposta. A data prevista é o dia 16 de novembro. Se será cumprida não se sabe. Nesse momento de completa desordem nas finanças e na comunicação do Estado, de total falta de transparência e de um jogo de interesses rasteiros, pode acontecer de tudo.

      Só resta aguardar

      Excluir
  21. Como pagarei minhas contas.Servidor inativo.Trabalhei lasquei meu intelecto pra hoje doente ficar apreensivo e pressão alta por não ter como pagar minhas contas.

    ResponderExcluir
  22. Hoje é o diaaaaa
    Na Alerj as 13:00
    Vc quer saber qdo vai receber?
    Bem vem lutar com a gente que juntos somos fortes e aí o salário sai...agora se vc ficar parado aí digitando enchendo o saco do Servo com essa pergunta...vai ficar difícil
    Hoje Alerj 13:00 contra todas as medidas de maldades do Pezão...

    ResponderExcluir
  23. Tem gente que não pode ir ou mora em outro estado, portanto nos resta encher o saco do Servo. Aos que vão BOA SORTE.

    ResponderExcluir
  24. Eu ja nem pergunto mais nada so leio os comentarios e saio pois cada pergunta sao motivos de agresoes em palavras deus me livre

    ResponderExcluir
  25. Eu ja nem pergunto mais nada so leio os comentarios e saio pois cada pergunta sao motivos de agresoes em palavras deus me livre

    ResponderExcluir
  26. Tbm faço assim. Só leio e pronto.Não podemos nem comentar nada. Nem todo mundo pode sair às ruas,fazer manifestos,ir a Alerg. Precisam entender isto.

    ResponderExcluir
  27. Agora vão provar do seu veneno! Gostei.Tomara que atrase mais ..TJ e STF são os únicos culpados! Valéria aposentada

    ResponderExcluir
  28. PIMENTA NO FIUFÓ DOS OUTROS É REFRESCO!! O digníssimo desembargador presidente do TJ, vinha defendendo Todas Pilantragens desses Marginais... Toma agora!!!!

    ResponderExcluir
  29. Gente vc se doem muito ...e mas triste é a desunião de alguns..mas creio que estes sejam aqueles amigos dos Zé povinho que estam botando para quebrar com o povo..só lamento...pq tem um aviso ..pode demorar mas vamos vencer ..fica dolorido não ..se te incomodou ajuda de alguma forma...qual? Descubra vcs

    ResponderExcluir
  30. AVISO para ESTRELA :
    Espero vc lá menina!! Não falte viu..

    ResponderExcluir
  31. Nao e si doer so acho que aqui nao e o lugar e nem o momento para tantas engnorancia pois estamos todos no mesmo buraco sem fundo so acho que uma palavra amiga e de carinho nao resolve mais ameniza um pouco o sofrimento pois eu por ser hiper carinhosa nao concordo com esses tipo de grosseria

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Pois é colegas do Judiciário, nós do Executivo já estamos com salários atrasados e parcelados 2016 todo. Bem- vindos! Esse atraso do repasse do duodécimo não é nenhuma manobra não! É a realidade! O Estado está falido e as isenções fiscais continuam. Como é que nessa situação atual pôde-se abrir mão de receita? E os contratos por que não são suspensos? E as comissões e gratificações absurdas? Penso que a Adm. pública é uma só com repartição de funções através dos poderes. Temos que nos unir: Executivo, legislativo e judiciário! Nós temos a força!

    ResponderExcluir
  34. Interessante. Quando o judiciário fica sem salário é má fé do governo. Quando os aposentados e pensionista ficam sem receber é por falta de dinheiro.

    ResponderExcluir
  35. Interessante. Quando o judiciário fica sem salário é má fé do governo. Quando os aposentados e pensionista ficam sem receber é por falta de dinheiro.

    ResponderExcluir
  36. Desculpe por eu ter ficado ausente pois até a Internet foi cortada estou orteando a do meu primo, isso tudo é uma manobra pra roubarem mas a gente

    ResponderExcluir
  37. E o Judiciário agora decide que ele deve comer antes, tirando dinheiro das autarquias!

    ResponderExcluir
  38. Isso aí judiciário provando do próprio veneno, como é , bom ?

    ResponderExcluir
  39. Tudo uma grande jogada, claro que tem dinheiro só gostaria de saber o que vão fazer com tudo isso, me cheira a armação para aprovar alguma maldade.

    ResponderExcluir
  40. Eu penso q é uma forma de pressionar a Alerj para votar a favor do pacote de maldades.
    Nós servidores sabíamos de tudo o q o desgoverno Cabral já vinha fazendo desde q assumiu o primeiro mandato.
    Farra com todo o secretariado em Paris para comemorar aniversario com direito a anel de brilhantes.
    Fechou mais de 50 escolas, acabou com o IASERJ, fez 4 obras super faturadas no maracanã, isenções fiscais e etc .....muita coisa ainda está por vir ...
    Eu penso q agora o judiciário vai começar a se pronunciar.
    Eu já comentei q sou professora aposentada, n tenho mais condições de ir a escadaria da Alerj.
    Fiz mt isso em minha juventude.

    ResponderExcluir
  41. Após reunião, deputados aprovam projetos sobre calamidade pública e suspensão de isenções fiscais

    img
    Protesto nesta terça-feira Foto: Nelson Lima Neto / Extra
    -A A A+
    Nelson Lima Neto
    Em uma reunião de duas horas com líderes de partidos na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) ficou decidido que os dois projetos principais votados na Casa nesta terça-feira — sobre o estado de calamidade pública e proibição do Estado em conceder novas isenções fiscais a empresas — serão aprovados.

    A proposta sobre calamidade pública terá emendas adicionadas por deputados, como uma que estabelece a limitação do estado de calamidade pública, no máximo, até 31 de dezembro de 2017. Desde o início da tarde, servidores estaduais protestam em frente à Alerj, contra o estado de calamidade pública, pois as categorias temem que o governo aplique qualquer redução sobre os vencimentos.

    O projeto de lei 2.150/16, do Executivo reconhece o estado de calamidade pública da administração financeira, conforme declarado pelo Decreto nº 45.692/16, publicado no dia 17 de junho. O texto, que recebeu 57 emendas dos parlamentares na última semana, aponta fatores que acentuaram a grave crise econômica do estado como a queda na arrecadação do ICMS, dos royalties e das participações especiais do petróleo.


    Sobre os benefícios fiscais, as isenções valem a partir da aprovação do projeto e da sanção do governador. O governo fica proibido de conceder isenções fiscais via decreto do Executivo e, caso queira enquadrar alguma empresa ou produto nos benefícios já oferecidos, terá que enviar o projeto para a Alerj. O prazo da lei será de dois anos.

    Pela proposta inicial, qualquer tipo de financiamento, benefício, incentivo fiscal ou fomento econômico não poderia ser realizado por quatro anos a partir da publicação da norma. No entanto, um acordo feito com o Governo do Estado garantiu com que esse período fosse reduzido para dois anos.

    O deputado Jorge Felippe Neto (DEM) comentou o assunto:

    - Acho que é um erro o governo não ter acatado priorizar a execução da Saúde, Educação e Seguranca. Na verdade, aprovamos um salvo conduto ao descumprimento da LRF para não demitir ou cortar salário até 2017.

    O deputado Marcelo Freixo (PSOL) explicou que votará contra a calamidade e a favor da suspensão dos benefícios.

    - Não podemos dar um cheque em branco para o governo. O que eles querem é isso.

    O deputado Flávio Bolsonaro (PSC) também deve votar contra a aprovação do estado de calamidade pública:

    - O governo não sabe o que está acontecendo. Quer abrir brecha de todas as suas obrigações. Mas, cada deputado faz o que bem entender

    ResponderExcluir
  42. E qt aos cortes dos nossos vencimentos em 30% ?
    Ele vai poder fazer isso?

    ResponderExcluir
  43. Ué. Não pagaram eles e já começou o arresto ? QUE RÁPIDO !
    PARA NÓS ISSO NÃO ACONTECE.

    ResponderExcluir
  44. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO !!!! REDOBREM O CUIDADO COM O QUE ESCREVEM E COM OS TERMOS QUE USAM. O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM