sábado, 29 de outubro de 2016

REFORMA DA PREVIDÊNCIA É SACO DE MALDADES ATÉ PARA OS APOSENTADOS E PENSIONISTAS

SOA CRUEL, DESUMANO E ABSURDO, A POSSIBILIDADE DO GOVERNO TEMER PENSAR EM DESCONTAR CONTRIBUIÇÃO AO INSS ATÉ DE QUEM RECEBE VALORES BAIXÍSSIMOS DE APOSENTADORIA.



BLOG DO UOL - Leonardo Sakamoto: 29/10/2016

Se a equipe responsável por desenhar a Reforma da Previdência confirmar que o governo federal deve propor a possibilidade de cobrança de contribuição ao INSS de todos os aposentados, teremos algumas comprovações – isso, é claro, se ainda restar um país depois dos protestos causados pela aprovação dessa medida.

Primeiro, ficará comprovado que o governo Michel Temer acha que desiguais, ricos e pobres, devem ser tratados de forma desigual. Não como deveria ser, com os trabalhadores sendo mais protegidos pelo Estado por sua condição de vulnerabilidade econômica e social. Mas com as pessoas que dependem do INSS mensalmente para sobreviver, ou seja, a camada mais pobre da sociedade, tendo que voltar a contribuir com a Previdência para ajudar nas contas do país.

Enquanto isso, o governo evita discutir a taxação de dividendos recebidos de empresas (como acontecia antigamente e como é feito em todo o mundo), a fazer uma alteração decente na tabela do Imposto de Renda (criando novas alíquotas para cobrar mais de quem ganha muito e isentando a maior parte da classe média), a regulamentar um imposto sobre grandes fortunas e aumentar a taxação de grandes heranças (seguindo o modelo norte-americano ou europeu).

Isso poderia ajudar o caixa da Previdência e serviria como política de redistribuição ao mesmo tempo, o que é sempre bem vindo em um país concentrador de riqueza como o Brasil. Mostraria também que somos uma democracia de verdade, com o chicote estalando no lombo de ricos e pobres.

Segundo, mostrará que o governo utiliza-se de malabarismos semânticos e lógicos para tentar justificar o injustificável. Segundo os estudos em curso, trazidos à tona em matéria da Folha de S.Paulo, deste sábado (29), o trabalhador que recebe bruto um salário mínimo quando está na ativa sofre o desconto do INSS. Então, pela lógica da equipe de Temer, ele deveria ser continuar sendo descontados e receber o mesmo valor quando aposentado e não o valor cheio.

Não importa que os gastos extras com saúde de uma pessoa idosa sejam maiores que de uma pessoa jovem e saudável. Não importa que a pessoa não receba mais FGTS ou tenha acesso a benefícios dos trabalhadores da ativa. O que importa é o cálculo nominal, frio e desumanizado. O valor de R$ 70,40 pode não representar nada para governantes e magistrados que discutem hoje a redução de direitos. Mas para quem recebe uma merreca de aposentadoria de R$ 880,00 pode ser a diferença em ter dignidade ou não.

Por fim, o governo Michel Temer, com esses estudos e balões de ensaio, segue mostrando que acha que o Brasil é um grande escritório com ar condicionado.

Um dos objetivos da Reforma da Previdência é manter os trabalhadores no mercado de trabalho. Usa para isso a justificativa que a expectativa de vida aumentou, a população mais jovem diminuiu e é necessário alterar as leis para garantir que aposentadorias continuem sendo pagas – o que não discordo de uma maneira geral.

Para isso, querem uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria. Aí reside o problema. Normalmente quem defende a imposição dessa idade somos nós, jornalistas, cientistas sociais, economistas, administradores públicos e privados, advogados, políticos. Pessoas que não costumam carregar sacos de cimento nas costas durante toda uma jornada de trabalho, cortar mais de 12 toneladas de cana de açúcar diariamente, queimar-se ao produzir carradas de carvão vegetal para abastecer siderúrgicas e limpar pastos ou colher frutas sob um sol escaldante. Afinal de contas, o que são 65 anos para nós, que trabalhamos em atividades que nos exigem muito mais intelectualmente?

Diante da incapacidade de se colocar no lugar do outro, do trabalhador e da trabalhadora que dependem de sua força física para ganhar o pão, no campo e na cidade, esquecemos que seus corpos se degradam a uma velocidade muito maior que a dos nossos. E a menos que tenham tirado a sorte grande na loteria da genética, eles tendem a ter uma vida mais curta (e sofrida) que a nossa. Aos 14 anos, muitos deles já estavam na luta e nem sempre apenas como aprendizes, como manda a lei. Às vezes, começaram no batente até antes, aos 12, dez ou menos.

O ideal seria, antes de fazer uma Reforma da Previdência Social, garantirmos a qualidade do trabalho, melhorando o salário e a formação de quem vende sua força física, proporcionando a eles e elas qualidade de vida – seja através do desenvolvimento da tecnologia, seja através da adoção de limites mais rigorosos para a exploração do trabalho. O que tende a aumentar, é claro, a produtividade.

Mas como isso está longe de acontecer, o governo deveria estar discutindo o estabelecimento de um regime diferenciado para determinadas categorias nessa reforma para proteger os trabalhadores que se esfolam fisicamente durante sua vida economicamente útil. O que não seria algo simples, claro, pois em algumas delas os profissionais são levados aos limites e aposentados não por danos físicos, mas psicológicos, chegando aos 60 sem condições de desfrutar o merecido descanso.

É claro que o Brasil precisa alterar os parâmetros de sua Previdência Social e mesmo atualizar a CLT. O país está mais velho e isso deve ser levado em consideração para os que, agora, ingresso no mercado de trabalho. Mas a reforma da Previdência que vem sendo desenhada por Michel Temer sob a benção de Henrique Meirelles ignora que há milhões de trabalhadores que começaram cedo na labuta e, exauridos de força, mal estão chegando vivos a essa idade.

Portanto, é um caso de delinquência política e social que vem sendo aplaudido por setores e grupos para os quais R$ 70,40 significa apenas o preço da caipiroska no almoço de sábado.
SakamotoLeonardo Sakamoto

47 comentários:

  1. Excelente matéria, Leonardo, sabe, sinto vontade, agora que estou na reta final de uma longa vida servindo ao Estado (sem faltar nem por doença), de sentar no meio-fio da rua e chorar esguichos de chafariz (NR) por haver vivido e ver tanta perversidade respaldada pela conivência dos maus políticos de coração empedernido e o que é pior, colocados no poder pelos próprios brasileiros.

    ResponderExcluir
  2. Servo por favor me esclareça a respeito de medidas para conter gastos que serão divulgadas em 4/12

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde

      Nós precisamos esperar o que de fato vai ser apresentado, mas, espere pelo pior da parte deles.

      AUMENTO DO DESCONTO DE 11% PARA 14% (NO MÍNIMO)

      CORTE DE GRATIFICAÇÕES E EM TODAS AS REMUNERAÇÕES POSSÍVEIS.

      CORTE DE CARGOS COMISSIONADOS.

      EXTINÇÃO DE SECRETARIAS E PROGRAMAS NA ÁREA SOCIAL.

      Nessa linha.

      Excluir
  3. Por favor me responda servo sob as medidas do Pezão.que serão divulgadas em 4/11

    ResponderExcluir
  4. ������������ excelente matéria!!! ����������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No lugar dos pontos de interrogaçoes, deveria ter saído aplausos. Senta-se aplaudido.

      Excluir
  5. PARABÉNS AO JOVEM LEONARDO SAKAMATO !

    Reproduzimos a matéria publicada na Folha / Uol com grande satisfação. Belíssima visão de vida e da realidade do trabalhador, principalmente ao alcançar determinada idade.

    Eu gostaria muito de ver um MICHEL TEMER que se aposentou aos 55 anos de idade, trabalhando em escritório com AR CONDICIONADO, e ganhando hoje R$ 33 MIL REAIS por mês de aposentadoria, tendo que encarar uma BRITADEIRA para furar ASFALTO ESCALDANTE.

    ResponderExcluir
  6. Muito agradecida pela resposta à minha pergunta sobre medidas Pezão.

    ResponderExcluir
  7. Também parabenizo ao jovem Leonardo,sabias palavras.

    ResponderExcluir
  8. Como voltar a pagar o INSS, se quem.já se aposentou já pagou?
    A Georgina está bem?
    Deve estar, não é?
    Eles não vão ficar muito tempo no poder se continuarem pisando no povo!!!
    O povo nao pode pagar pelo erro deles, aliás...o único erro do povo foi ter colocado essa corja toda na política !!!!!

    ResponderExcluir
  9. Servo essas medidas do Pezão,precisam passar pela Alerj?

    ResponderExcluir
  10. Servo essas medidas do Pezão,precisam passar pela Alerj?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A grande maioria sim! Alterar a alíquota de contribuição por exemplo! Agora exonerar comissionados não precisa! Se as gratificações a serem alteradas estiverem definidas em lei também precisa passar pela ALERJ!

      Excluir
  11. Por favor servo essas medidas do Pezão precisam ser aprovadas na Alerj?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOM DIA

      O que pretende mudar a LEI e direitos adquiridos, sim. Mudanças na Constituição Federal precisam de quórum de mais de 2/3 para serem feitas.

      Agora algumas medidas não precisam de aprovação da ALERJ. O leitor no comentário da 22:53 respondeu com precisão.

      Excluir
  12. ...DEPOIS NÃO QUER QUE NÓS XINGUEMOS ESSA CORJA DE CANALHAS ! TEM QUE EXPLODIR BRASILIA.

    ResponderExcluir
  13. Servo, creio que não houve na História do país, um ataque tão grande aos direitos sociais estabelecidos e conquistados pela população. Pelo pouco que estou entendendo até agora tudo isso será uma " ponte para o retrocesso" e tem gente comemorando, achando que tá certo, mas quero ver o pequeno empresário e o assalariado que estão apoiando as medidas, sobreviverem sem o consumo dos menos favorecidos. O país não sobrevive só com o sistema financeiro. Os milionários não compram na farmácia da esquina, não vão aos pequenos mercados, nem nas redes populares. O servidor público não é só o juiz, o procurador, duvido que qualquer reforma da previdência mexa com os grandes salários, por que os políticos não abrem mão das inúmeras vantagens que têm? Não resolve mas daria o exemplo, uma vez que estão tão interessados em tirar a país da crise.

    ResponderExcluir
  14. Se fosse um pobre já tinha morrido de câncer agora esse maldito está aí bem vivo pra arrebentar com o povo ele e a múmia paralítica,deus que me perdoe não desejo mal pra ninguém mais esses malditos vão pagar o que estão fazendo com os servidores.

    ResponderExcluir
  15. Com eles sim,alguém tinha que fazer justiça com as próprias mãos....

    ResponderExcluir
  16. Por que que o povo ainda faz questão de votar? Por que simplesmente não cruzam os braços? Sabem o que falta em nós? Aquela disposição das diretas já, isso que falta. ... hoje os jovens de 20 anos querem ir pras ruas pra quebrarem patrimônio alheio achando que com isso que vão alcançar algum objetivo. Na minha juventude conseguimos com passividade e perseverança. Isso sim é democrático e não arruaça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sra. Wanda, bom dia.

      Eu tenho visto muitas manifestações pacíficas, ordeiras, sem arruaça. Manifestações legítimas.

      É certo que existem aqueles que promovem arruaça, os que acreditam ou fingem acreditar que quebrando vitrine muda alguma coisa, mas estes são minoria. Eu já vi também a polícia, principalmente em São Paulo, sendo quem promove a confusão, ao atacar os que protestam de forma ordeira.

      Para se construir uma sociedade JUSTA e PACÍFICA, leva-se tempo, é um processo complexo. Poucas nações no mundo já chegaram perto desse patamar.

      Agora a questão do NÃO VOTAR como forma de protesto, acaba por ter um efeito contrário, visto que os piores candidatos sempre venceriam. Eles compram VOTO, eles tem eleitores de CABRESTO, seja por explorar a miséria, ignorância ou religiosidade do povo, e aínda tem os VOTOS dos que são iguais a eles, DESONESTOS, PRECONCEITUOSOS, MENTIROSOS, DISSIMULADOS...aí, o cidadão CORRETO, aquele que vota pelo interesse público, que deseja um ESTADO / GOVERNO para todos, se sentindo desestimulado, não vai votar. QUEM VENCE ? QUEM FICA NO GOVERNO ?

      Eu respeito, e até entendo a argumentação dos que anulam ou votam em branco, mas, considero como uma atitude que só contribui para favorecer os piores na política.

      Um abraço

      Excluir
    2. hj por exemplo nao temos como eleger o pior .Dois pesssimos

      Excluir
  17. Isso mesmo,o povo tem a força,mais não quer usar.
    Prefere só reclamar,enquanto a gente sofre eles estão trilhardarios até o fim da vida.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia servo e mais uma vez muito obrigada pela atenção ao me responder sobre as medidas Pezão. Acompanho o seu blog todos os dias e acho de extrema importância para nós esse canal que se faz presente em defesa daqueles mais carentes e desamparados. Continue pois sua voz é a nossa. Obrigada mais uma vez. Carinhosamente sua admiradora. Sou funcionária pública aposentada educação. Um respeitoso e carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOM DIA

      É bom começar o dia lendo um comentário com palavras tão fraternas.

      Grande abraço

      Excluir
  19. Servo sou professora do estado do rio tenho 60 anos de idade e 33 anos de serviço,estou preocupada se devo ou nao dar entrada na minha aposentadoria ou se já tenho direito adquirido e nao preciso correr para pedir minha aposentadoria. Por favor me esclareça, pois preciso tomar uma decisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada, bom dia.

      A REFORMA DA PREVIDÊNCIA ainda vai demorar um pouco para ser concluída. Com muito boa vontade será feita em meados do ano que vem. A senhora pode esperar um pouco, sem risco de ser prejudicada. Aguarde para ver o que vem por aí. Fique atenta, mas não se precipite.

      Excluir
  20. Pela leitura do artigo noto que o articulista sente saudades do antigo governo. Não tenho certeza, mas acho que sei o motivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh...tbm notei isso...estah contaminado...

      Excluir
    2. Vocês dois "VIAJARAM LEGAL"!!! Vocês estão padecendo do mesmo mal dos "ESQUERDOPATAS" defensores do antigo governo.

      Excluir
    3. boa tarde, concordo com vc Alexandre mcw

      Excluir
    4. Não é isso não, Anônimo 14:33.... é o "comuna detected" em alerta máximo. Quatorze anos dessa tralha deixaram os sentidos apurados.

      Excluir
  21. Bom dia!

    Professora aposentada de 79 anos cria PEC que corta gastos dos políticos e envia a proposta ao governo
    21/10/2016 10:09

    Imagem: Agência Brasil

    Da Redação | A professora aposentada Minervina B Leite enviou através de carta aberta ao presidente Michel Temer uma proposta de PEC que corta gastos dos políticos e burocratas dos três poderes. "Vou provar ao presidente que é possível fazer economia sem passar a tesoura nas verbas da saúde e educação, bem como nos salários dos servidores públicos de todo o país", declarou. Dona Minervina tem 79 anos e atuou como professora de matemática por mais de duas décadas na Rede Estadual de Educação da Bahia.

    Eis a proposta enviada:



    Excelentíssimo Senhor Michel Temer, Presidente da República,

    Dado que o senhor, desde que assumiu ilegitimamente o governo, só fala em cortar gastos públicos em saúde, educação e salários do funcionalismo do país, proponho que assuma a proposta de PEC que apresento abaixo. Mas não gaste dinheiro em banquetes para tentar aprová-la. Faça mesmo por Medida Provisória com validade de 20 anos.

    Artigo 1º: Este Projeto de Emenda à Constituição regulamenta o teto salarial de todos os ocupantes de cargos eletivos no país do Legislativo e Executivo, bem como dos mais altos mandatários do Judiciário e demais burocratas comissionados destes três poderes.

    Parágrafo Unico: O teto salarial de governadores, presidente da república, vereadores, deputados, senadores, ministros, juízes, desembargadores e demais burocratas de que trata o caput do artigo acima deve ser pago de acordo com a Lei Federal 11.738/2008, que instituiu o piso nacional dos professores.

    Artigo 2º: Quaisquer vantagens além do teto salarial estabelecido ao pessoal enquadrado no Art. 1º devem ser calculadas com base no que é concedido aos profissionais do magistério da educação básica pública de estados e municípios.

    Parágrafo Único: Por vantagens, entenda-se auxílio-transporte, merenda parlamentar ou outras.

    ...

    Presidente, análise preliminar feita por mim indica que, só com cortes de mordomias e altos salários na Câmara dos Deputados, é possível economizar mais de R$ 700 milhões em apenas um ano. Por isso, leia essa proposta de PEC com atenção, por gentileza.

    Minervina B Leite

    Salvador, 18 de outubro de 2016

    FAÇA CIRCULAR ESSA PROPOSTA PELO MUNDO. COMPARTILHE COM O MÁXIMO DE GRUPOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A idade deveria conferir sapiência às pessoas. Eu discordo da professora logo de início, quando diz que o governo é "ilegítimo". Afinal o atual não era o vice LEGITIMAMENTE eleito? E o processo de impeachment referendado pela CRFB 88 e pelo STF não foi LEGÍTIMO E LEGAL? Então onde está a "ilegitimidade"? Quanto aos argumentos utilizados podem até serem válidos, mas não sob a ótica enviezada de uma alegada ilegitimidade.

      Excluir
  22. Obrigada por responder à minha dúvida quanto à aposentadoria de professora rio de Janeiro. Grata. Um abraço.

    ResponderExcluir
  23. Servo você pode me informar se nas medidas a serem anunciadas por Pezão estariam incluídas aumento de idade para aposentadoria professor seeduc?

    ResponderExcluir
  24. BOM DIA

    O PACOTE DE MALDADES DO GOVERNO DO RIO, vem em linha com o pacote de MALDADES do governo FEDERAL. O aumento da idade para pedir aposentadoria é uma delas, mas deve ter aí um refresco para quem já está na beira de alcançar as novas imposições.

    Eu não sou contra fazer ajustes na LEGISLAÇÃO da previdência, mas considero que não se pode colocar nas costas do trabalhador / servidor toda a carga de exigências, algumas delas INJUSTAS e ILEGAIS.

    ResponderExcluir
  25. Agradecida pela resposta. Mais uma vez pude comprovar que o servo sempre está atento e acompanhando o que se comenta em seu blog. Parabéns. E obrigada.

    ResponderExcluir
  26. O que você tem a dizer sobre o prefeito eleito rj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOM DIA

      Não gosto de mistura de política e religião. Entendo que se deva respeitar a opinião do outro, em qualquer que seja a situação, por isso não me agrada quem tenta impor a sua, ou condenar o outro, rotulando de "imundo" ou amaldiçoado. Tenho sérias restrições ao DINHEIRO que circula via doações NÃO CONTABILIZADAS para religiões e templos. O fato das religiões / templos não pagarem impostos por estarem isentos, não desobriga de prestar contas do dinheiro que entra e sai. Principalmente em se tratando de religião, é preciso ser transparente, prestar contas, ser honesto e honrado.

      Não gosto ainda do comportamento de cuspir no prato que se comeu. O sujeito passa dez anos fazendo política ao lado de um governo, vira ministro desse governo, nomeia integrantes do primeiro escalão desse governo, faz seu sucessor no ministério que ocupava nesse governo, e depois vira as costas e diz que esse governo é corrupto. Conduta desprezível e reveladora de falta de caráter.

      Me preocupa a adesão do PMDB, PP, PTB, PSDB, DEM, são quase os os mesmos que apoiavam o PAES, agora sem o PT que caiu na oposição.

      Crivella já se acertou com Picciani, Indio da Costa vota em BRASÍLIA contra os interesses dos trabalhadores e servidores. Será um governo loteado, repartido entre o que há de pior na política. O PP fará parte do governo CRIVELLA, e vale dizer que o PP de Dornelles é o PARTIDO POLÍTICO QUE MAIS TEM GENTE RESPONDENDO A PROCESSO NA LAVA JATO. Júlio Lopes, aquele do BONDINHO DE SANTA TEREZA está com CRIVELLA.

      Então, o cenário não me parece promissor. A política no Brasil chegou a um ponto que, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Se o Marcelo FREIXO tivesse ganho, talvez não conseguisse governar. Ia ter de enfrentar o radicalismo de uns e a SABOTAGEM de outros. Isso talvez explique que o vitorioso da eleição tenha de fato sido o 'NINGUÉM'.

      Mas, dito isto, CRIVELLA está eleito, respeite-se a vontade da maioria, e ele deverá ser julgado, aprovado ou reprovado por aquilo que fizer de Janeiro em diante. Torço para que faça um bom governo.

      Como servidor vou trabalhar honestamente para ajudar. Como CIDADÃO continuarei na minha linha de buscar ser fiel cumpridor da LEI, cumprindo com minhas obrigações para ter moral de fazer valer meus direitos.

      Aqui no Blog, vamos aplaudir quando acertar e criticar quando errar.

      Que prevaleça o bem comum.

      E que DEUS, o que não vê religião, cor, sexo, nacionalidade, raça, e sobre todos lança sua misericórdia e justiça, ilumine e abençoe o novo prefeito do Rio de Janeiro.

      Excluir
    2. Agradecida mais uma vez,por responder a respeito do novo prefeito rj.

      Excluir
  27. CAMISA 15 (PMDB)

    PARA O FUTEBOL A CAMISA DO CLUBE É PARTE DE SUA IDENTIDADDE E PARA POLITICA NÃO PODE SER DIFERENTE, NESTE ATUAL MOMENTO DA NOSSA HISTÓRIA O NOSSO PAÍS NUNCA ESTEVE TÃO DEGRADADO E A CAMISA 15 (PMDB) REPRESENTA UM TIME DE GAFANHOTOS, UM TIME DE ENGANADORES, UM TIME DE PÉSSIMOS ADMINISTRADORES QUE ESTÃO FAZENDO DA GESTÃO PÚBLICA TRAMPOLIM PARA CAUSAS PARTICULARES. NO CASO DO RIO DE JANEIRO PODEMOS IDEALIZAR O SEGUINTE ORGANOGRAMA:
    PRESIDENTE MICHEL TEMER - CAMISA 15 (PMDB)
    PRESIDENTE DO SENADO RENAM CALHEIROS - CAMISA 15 (PMDB)
    SUPLEMO TRIBUNAL FEDERAL - CAMISA 15 (PMDB)
    GOVERNADOR RIO DE JANEIRO LUIS F PEZÃO - CAMISA 15 (PMDB)
    PRESIDENTE DA A LEGISLATIVA RJ PICCIANI - CAMISA 15 (PMDB)
    PREFEITO DO RIO DE JANEIRO EDUARDO PAES - CAMISA 15 (PMDB)
    PARA BOM ENTENDEDOR UM PINGO É LETRA, TODOS SÃO RESPONSÁVEIS PELOS DESMANDOS NA GESTÃO DO EXECUTIVO DO RIO DE JANEIRO, ALGUNS NA VERDADE SÃO PARCEIROS, OUTROS SÃO OMISSOS, O FATO É QUE NENHUM DOS PODERES TIVERAM PEITO PARA INTERVIR NO RIO DE JANEIRO, PARA EXIGIR AUDITORIA NAS CONTAS PÚBLICAS, PARA DAR TRANSPARÊNCIA NA ARRECADAÇÃO DO ESTADO, E POR FIM SOBRA PARA O POVO, QUE NÃO TEM EM QUEM VOTAR E ASSISTI DE BRAÇOS CRUZADOS TODO TIPO DE TIRANIA REVESTIDA DE DEMOCRACIA. # FORA PMDB.

    ResponderExcluir
  28. Recebi mensagem pelo zap,que no próximo dia 03/11/2016.Teremos greve geral.Estão convocado o povo pra se fazer a greve.

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde, Servo!

    Acabei de ler no site do G1 que o Pezao está querendo aumentar a contribuição dos servidores de 11% para 14% e ainda criar uma outra contribuição de 15% a ser aprovada. Ele pode fazer isso? Sou pensionista e sou descontada, ele pode descontar da pensão?

    ResponderExcluir
  30. A situação é crítica,mas tem saída é só eles quererem tantas cabeças pensando é um absurdo eles só procuram atalhos porque é mais fácil prejudicar os indefesos,idosos,doentes,aposentados os menis favorecidos,eles falam da ditadura mas o General Castelo Branco começou à corrigir de dentro de casa passando o tempo de dos Militares de 25 anos para 30 anos de serviço, porque eles não começam a corrigir primeiramente por eles cortando altas mordomias. Pimenta nos olhos dos outros é refresco, pouca farinha meu pirão primeiro

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM