sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

GOVERNO FEDERAL REAJUSTA SALÁRIO DE AUDITORES DA RECEITA, DO TRABALHO, E PERITOS DO INSS

ASSINATURA DO ACORDO  VINHA SENDO ADIADA PELO GOVERNO FEDERAL, E SERVIDORES FIZERAM PARALISAÇÃO EM PROTESTO.



Categorias que fizeram acordo com governo terão reajuste salarial nesta sexta
O governo federal vai publicar nesta sexta-feira (30) uma proposição legislativa prevendo reajuste salarial a diferentes categorias do Executivo cujos aumentos negociados ainda não foram cumpridos este ano. De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o Planalto ainda estuda se vai publicar uma medida provisória ou um projeto de lei com os reajustes.

Auditores da Receita Federal, médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e auditores fiscais do trabalho estão entre as carreiras que devem ser beneficiadas. Segundo Oliveira, os reajustes já estão incluídos na previsão orçamentária de 2017 e não foram promovidos antes pois o governo queria confirmar que não trariam riscos para o cumprimento das metas fiscais deste e do próximo ano.

"Já colocamos na previsão de 2017 todos os recursos. Tomamos cautela de segurar até fim do ano para verificar a adequação ao cumprimento da meta, mas não é mais possível não exercermos o que foi acordado lá atrás", afirmou o ministro, referindo-se a promessas de reajustes feitas pelo governo, algumas ainda no início do ano.

Os reajustes de algumas categorias chegaram a ser enviados pelo governo nos meses anteriores por meio de projeto de lei, mas não foram aprovados pelo Congresso. É o caso dos auditores e analistas tributários da Receita, cujo Projeto de Lei, encaminhado em março, foi alterado pelos parlamentares e sofreu críticas dos servidores sobre as mudanças.

Em entrevista coletiva, Oliveira não quis dar mais detalhes dos reajustes antes dos mesmos serem publicados no Diário Oficial da União, mas informou que a pasta publicará uma nota amanhã. "São acordos que valem por quatro anos na maioria dos casos, dois para algumas categorias. Ao longo próximo ano não deveremos ter edição de novos reajustes. Eles estavam, na sua maioria, previstos para agosto. Fomos segurando isso até dezembro e já não vai mais impactar este ano, mas de 2017 em diante", afirmou.

15 comentários:

  1. Bom dia!!!
    Que absurdo!!!
    Pelo o que posso entender, a discriminaçäo com algumas categorias é de enlouquecer!!!(principalmente APOSENTADOS E PENSIONISTAS), Näo tem porque esses infelizes nos pagarem INTEGRAL, Näo temos como fazer greve...vamos atrapalhar em que???(SOMOS PEIXES FORA DA ÁGUA!!!)...
    Precisamos da ajuda de todos as ativos, inativos, para mudar essa parada!!! E principalmente, acabar com esse parcelamento que näo näo nos ajudam em nada!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom dia verdade acho quem recebe e oa demais que mesmo sem receber estão trabalhando teriam que ajudar para todos greve geral ai talvez resovia

      Excluir
  2. janeiro no Palácio Guanabara

    'Passeata do Calendário da Fome' está sendo convocada pelo Muspe, que pede a presença de todas as categorias, até as que já receberam, para cobrar pagamento de salário integral e do 13º

    29/12/2016 14:59:01
    PALOMA SAVEDRA
    Rio - O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe) está organizando um grande ato com todas as categorias no dia 5 de janeiro em frente ao Palácio Guanabara. Os servidores farão passeata, batizada de 'Calendário da Fome', até o local saindo às 10h do Largo do Machado e vão cobrar o pagamento integral do funcionalismo, que vem sofrendo com atrasos salariais e parcelamento do crédito.

    A data do protesto será a mesma do pagamento da primeira parcela do salário de novembro de diversas categorias. Até agora, apenas ativos da Educação, Segurança, Fazenda e uma parte da Saúde receberam os créditos. Já os servidores ativos, inativos e pensionistas do Judiciário, Legislativo, Ministério Público e Defensoria Pública foram pagos devido ao repasse do duodécimo (valor reservado para esses poderes e órgãos).

    Um dos líderes do Muspe e presidente da Associação dos Bombeiros do Rio (ABMERJ), Mesac pediu que as categorias que também receberam — como a dos bombeiros —compareçam ao ato. Mesac disse ainda que o protesto será aos moldes do realizado em frente à Alerj.

    "Vamos voltar ao Palácio Guanabara para cobrar o pagamento integral e o 13º salário das categorias que ainda não receberam. Os que receberam devem comparecer para mostrar ao governo que somos servidores públicos unidos, que o governo não vai conseguir nos separar", disse o presidente da ABMERJ.

    ResponderExcluir
  3. fonte de informação:::JORNAL EXTRA HJ

    ResponderExcluir
  4. Ou Vamos todos para as ruas ou morremos de fome e aí teremos que ir para as ruas definitivamente .Para debaixo da ponte depois que muitos que moram de aluguel vão ter que morar ; infelizmente .
    Vamos nos revoltar agora porquê não teremos salário. Estão vendo q começou parcelando em 2 X . Depois em 7, depois em 9 e não pagou e para não ficar muito chato colocaram em 5 .Vai chegar um ponto que não vamos receber mais.Vamos dar um jeito e quem não pode ir chame os parentes em casa e faça um apelo de que nos ajudem pelo amor de Deus.Vamos chamar os comerciantes que são prejudicados com o caimento das vendas. Todos são atingidos quando não recebemos. Vamos fazer um apelo urgente no face , insta, twetter YouTube e tal para que todos nos ajudem e se ajudem pois o Rio está parando e afundando.
    Vamos lá lutar!

    ResponderExcluir
  5. Major IVAN BLAZ...PORTA VOZ DA PM, informa que Copacabana vai poder contar com 10 MIL PMS...30 plataformas de observaçäo nas areias...batalhäo de choque nas proximidades e outros, só näo falou da polícia civil!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. são bem FDP esses PM CAMBADA DE CHUPA OVO DO GOVERNO JA RECEBEU SALÁRIO O RESTO QUE SE FDS

      Excluir
  6. Pode botar 50 mil soldados... vai ter arrastão e saques nos hotéis e adjacências... são muitos filhos de idosos passando necessidades... vamos todos descer do Morro e atacar em separados... 30 ali... trinta acolá... arrastão em toda orla q tiver festividades... vamos reunir vários comandos ao mesmo tempo e saquear tudo que vier pela frente... nem Polícia, nada vai nois segurar... arrastão já ta certo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos aguardando vocês com muita ansiedade para mandar vocês para a terra do pé junto

      Excluir
  7. Pode botar 50 mil soldados... vai ter arrastão e saques nos hotéis e adjacências... são muitos filhos de idosos passando necessidades... vamos todos descer do Morro e atacar em separados... 30 ali... trinta acolá... arrastão em toda orla q tiver festividades... vamos reunir vários comandos ao mesmo tempo e saquear tudo que vier pela frente... nem Polícia, nada vai nois segurar... arrastão já ta certo...

    ResponderExcluir
  8. Esse reajuste foi dado por Dilma leiam a materia o blog adora dinamitar temer

    ResponderExcluir
  9. O reajuste foi negociado no governo Dilma mas ela foi impichada antes de concretizar o mesmo!
    O engraçado é que quando nos recebemos aumento é justo mas quando são outras categorias é um absurdo!
    Quando teve a incorporação da Gratificação Delegacia Legal que foi incluída no vencimento base e todas as outras gratificações foram aumentadas está ok mas quando é para outra categoria não pode!
    Aí a imprensa aproveita para descer o pau como se os aumentos fossem absurdos mas eles não falam que as categorias estavam sem aumento a anos e que quando recebiam aumento era de 5% enquanto a inflação batia 10%! E acordem, a imprensa adora bater no funcionalismo! Os concursos são a forma mais democrática de acesso aos cargos Públicos e isso incomoda aos que não conseguem passar!
    Eu acho que devemos lutar pelos nossos direitos sim mas sem esquecer que todos têm direitos e devem persegui-los!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO !!!! REDOBREM O CUIDADO COM O QUE ESCREVEM E COM OS TERMOS QUE USAM. O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM