OBRIGADO POR SUA COMPANHIA

OBRIGADO POR SUA COMPANHIA
JUNTOS, EM DEFESA DO TRABALHADOR / SERVIDOR DO BRASIL

quinta-feira, 3 de março de 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL - GOVERNO LIMITA GASTOS COM VIAGENS, DIÁRIAS E TERCEIRIZAÇÃO

CORTAR DESPESAS DESNECESSÁRIAS E MELHORAR O GASTO PÚBLICO, SÃO MEDIDAS QUE SE IMPÕE AOS GESTORES. 

Difícil de entender que não seja sempre assim. Gata-se muito e mal durante um tempo, para depois, ter que CORTAR. até onde é essencial.

Governo limita gastos com diárias, passagens e mão de obra terceirizada
02/03/2016 - Brasília - Da Agência Brasil

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão informou, nesta quarta-feira (2), que o governo limitou em R$ 14,185 bilhões o valor total a ser empenhado pelos ministérios para despesas de custeio administrativo no exercício de 2016. De acordo com a pasta, estão neste grupo de despesas os gastos com diárias e passagens, locação de imóveis, locação de mão de obra e terceirização, incluindo serviços de limpeza, conservação e vigilância.

O objetivo do governo é reduzir os gastos de custeio e possibilitar a utilização desses recursos para ações finalísticas dos órgãos do poder executivo. Por definição do governo, ação finalística é aquela que proporciona bem ou serviço para atendimento direto de demandas da sociedade.

O ministério esclareceu, por meio de nota, que a portaria não tem apenas a função de controle e redução nesses gastos, mas também o papel de orientar os diversos gestores da Administração Pública Federal para as melhores práticas na contratação e realização de despesas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO ! O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza que sua opinião é muito importante.

NÃO É PERMITIDO FAZER PROPAGANDA DE PRODUTOS, SERVIÇOS, E EMPRÉSTIMOS. VENDA OU COMPRA DE ÓRGÃOS ANUNCIADOS AQUI SERÃO DENUNCIADOS À POLÍCIA FEDERAL.

Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades ou ofensivos/injuriosos. A responsabilidade do publicado é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

Em alguns momento poderá ocorrer a MODERAÇÃO de comentários.

ACERVO SOU SERVIDOR