segunda-feira, 29 de maio de 2017

GOVERNO DO ESTADO QUER DO STF ANTECIPAÇÃO DE VALIDAÇÃO DO ACORDO COM A UNIÃO


PREOCUPADO COM O DESDOBRAMENTO E AGRAVAMENTO DA CRISE POLÍTICA, E DIANTE DA POSSIBILIDADE DE QUEDA DO GOVERNO DE MICHEL TEMER, O QUE FARIA COM QUE O ACORDO ENTRE ESTADO E UNIÃO FOSSE ADIADO, E POR CONSEGUINTE, O ACERTO JUNTO COM OS BANCOS PARA LIBERAR EMPRÉSTIMOS COM BASE NA PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE E ROYALTIES, SOFRESSE ATRASO, O ESTADO JÁ PENSA EM TENTAR REABRIR JUNTO AO MINISTRO LUIZ FUX, O PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DE VALIDADE DO ACORDO.

Assim que a ALERJ der o AVAL para a assinatura, o Rio pode VOLTAR AO SUPREMO.

Considerando que grande parte das exigências impostas pela UNIÃO já foram atendidas, o governo de Fernando Pezão pretende ao menos que, FUX determine a suspensão de BLOQUEIOS das contas do ESTADO pela UNIÃO, o que já seria um alívio, e menos uma fonte de preocupação e sangria dos cofres do Rio de Janeiro.

O governo pode pedir ainda, que o RIO receba autorização para iniciar as negociação do empréstimo com os BANCOS, lastreado na PRIVATIZAÇÃO da agora, AINDA MAIS RENTÁVEL E VALORIZADA CEDAE.

Espera-se que o Ministro seja sensível, e assim assegure, aconteça o que acontecer no campo da política e da sucessão presidencial, que o ESTADO possa ter acesso aos recursos que precisa para pagar servidores e colocar a máquina pública de volta em funcionamento o mais normal possível.

Uma ação nesse sentido pode antecipar em algumas semanas a liberação dos recursos e o fim dos criminosos BLOQUEIOS.

Quem tem ORDEM DE DESPEJO, TÍTULO PROTESTADO, FALTA DE DINHEIRO PARA COMPRAR REMÉDIOS, DÍVIDAS E ATÉ FOME, TEM MUITA PRESSA. 

Infelizmente, essa é a situação de milhares de servidores do Rio de Janeiro.

Espera-se que o MINISTRO LUIZ FUX, se essa situação chegar de fato até a sua ALÇADA de DECISÃO, que por favor, ATUE COM A PRESTEZA que o problema dos servidores e dos cidadãos do Rio de Janeiro requer. 


28/05/17 09:28
Fuso horário de Brasília

sábado, 27 de maio de 2017

ARRESTO PARA PAGAR TJ/RJ E O "RESTO" DOS SERVIDORES QUE ESPEREM


Já era esperado, já era sabido que ia ocorrer. O que ninguém esperava era essa total indiferença do Ministro Dias Toffoli para com os servidores do executivo do Estado do Rio de Janeiro. A FASP fez um pedido de ARRESTO, para obrigar o Governo a pagar o salário de ABRIL de 208 mil servidores. Já se vão duas semanas e o Ministro não deu nem resposta. Com certeza o Ministro Toffoli entende que um DESEMBARGADOR do TJ/RJ tem mais direito e mais necessidade, do que uma pensionista do Rio Previdência, ou um aposentado da área de saúde do executivo. 


Coisas de uma Justiça, distante, lenta, corporativista e, pior, INJUSTA.


CLIQUE NO LINK PARA LER A MATÉRIA

STF MANDA ARRESTAR R$ 187 MILHÕES DO ESTADO DO RIO PARA PAGAR SALÁRIOS DE MAIO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

sexta-feira, 26 de maio de 2017

LUIZ FERNANDO PEZÃO - ENFIANDO OS PÉS PELAS MÃOS !

AO PARTICIPAR DE ENCONTRO SOBRE A ECONOMIA DO BRASIL E DOS ESTADOS (FÓRUM DO RIO DE JANEIRO) O GOVERNADOR FERNANDO PEZÃO OMITIU AS PRINCIPAIS CAUSAS DA FALÊNCIA E DO CAOS EM QUE O NOSSO ESTADO SE ENCONTRA MERGULHADO: CORRUPÇÃO E INCOMPETÊNCIA.

É certo que a crise do PETRÓLEO, com redução do repasse dos Royalties, e até um GRANDE NÚMERO DE APOSENTADORIA ESPECIAIS, fatores que aliados a perda de receita, contribuíram para a BANCARROTA das finanças, e para a crise que se vive aqui, fazendo com que os principais serviços a que o ESTADO está obrigado a prestar, sejam precariamente mantidos. 

Não se tem SAÚDE, SEGURANÇA E EDUCAÇÃO. E nem se poderia ter, visto que, NÃO SE TEM GOVERNO.

Pezão trata da crise, e fala dos problemas do Rio de Janeiro, como se ele fosse um ALIENÍGENA, recém chegado ao PLANETA TERRA, caindo de PARAQUEDAS dentro do PALÁCIO GUANABARA, tendo que administrar o CAOS e a INSOLVÊNCIA, herdada de terráqueos, com os quais ele nunca conviveu.

O governador PEZÃO é parte VOLUMOSA do problema, sendo, portanto, difícil de se crer que, encaminhe de fato alguma SOLUÇÃO DURADOURA.

O ESTADO recebeu muito dinheiro, e ainda assim está nessa situação de não pagar salários, não pagar fornecedores, não custear a máquina pública. Foram R$ 6 BILHÕES de PRECATÓRIOS cedidos pelo TJ, foram quase R$ 3 BILHÕES repassados de "GRAÇA" pelo governo federal à época das OLIMPÍADAS, e a situação só fez piorar. PEZÃO era o TOCADOR DE OBRAS de CABRAL, todas, sabidamente agora, SUPERFATURADAS e com sérios problemas de qualidade.

O RIO precisa passar a LIMPO, num trabalho de INVESTIGAÇÃO e AUDITORIA INDEPENDENTE DE INTERFERÊNCIA POLÍTICA, o RIOPREVIDÊNCIA, AS ISENÇÕES FISCAIS, OS CARGOS COMISSIONADOS, OS CONTRATOS COM EMPRESAS TERCEIRIZADAS E AS DESPESAS COM MORDOMIAS DOS SEUS TRÊS PODERES.

Enquanto Pezão estiver aí, com a turma do PMDB mandando, e engavetando CPIs e pedidos de IMPEACHMENT, nós não sairemos dessa crise. VAI ENTRAR muito dinheiro, esse dinheiro vai tirar o servidor do sufoco imediato e o estado fará algumas ações de perfumaria na área de gestão.

Como o problema do Rio, de fato e de raiz, é o GOVERNO PEZÃO - PMDB, uma continuidade do governo CABRAL, ambos 'amparados', antes e agora, pelos deputados da BASE na ALERJ, em breve, nós teremos notícia de que a situação do ESTADO piorou. 

******************************************


STF MANDA ARRESTAR R$ 187 MILHÕES DO ESTADO DO RIO PARA PAGAR SALÁRIOS DE MAIO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SERVIDOR MUNICIPAL DO RIO ATENÇÃO - PSSM - PRAZO DE MIGRAÇÃO / ADESÃO TERMINA DOMINGO DIA 28/05

CLIQUE NO LINK E LEIA A MATÉRIA COMPLETA COM TODAS AS INFORMAÇÕES.

PLANO DE SAÚDE DO SERVIDOR MUNICIPAL - PREVI-RIO TIRA DÚVIDAS - LEIA AQUI !

PEZÃO SINALIZA PAGAMENTO DE SALÁRIO EM ATRASO DOS SERVIDORES DO ESTADO - 30 - 45 - 60 DIAS...


HÁ UMA DIFERENÇA BRUTAL ENTRE O TEMPO QUE O GOVERNADOR DO RIO DE JANEIRO, FERNANDO PEZÃO ANUNCIA PARA COLOCAR EM DIA OS SALÁRIOS E GRATIFICAÇÕES DOS SERVIDORES, E AQUILO QUE AVALIAM OS DEPUTADOS, INCLUSIVE DA SUA BASE DE SUSTENTAÇÃO.

PARA PEZÃO DENTRO DE 30 A 45 DIAS ELE ESTRÁ PAGANDO TUDO O QUE DEVE.

PARA OS DEPUTADOS O PRAZO MAIS PROVÁVEL É DE NO MÍNIMO 60 DIAS.

JÁ OS TÉCNICOS DO GOVERNO FEDERAL, E DOS BANCOS ENVOLVIDOS NAS NEGOCIAÇÕES DE LIBERAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS, ESTIMAM QUE, DIANTE DO CAOS FINANCEIRO, ADMINISTRATIVO E PRINCIPALMENTE POR QUESTÕES DE ORDEM LEGAL, ESSE PRAZO PODE SER DE ATÉ 90 DIAS, A CONTAR DA ASSINATURA DO ACORDO ENTRE O RIO E A UNIÃO.

ALERJ RECEBE PROJETO DE ADESÃO AO PLP

A ALERJ DEVE VOTAR NA SEMANA QUE VEM A AUTORIZAÇÃO PARA QUE O RIO FAÇA A ADESÃO AO PLP / ACORDO DE RENEGOCIAÇÃO DAS DÍVIDAS DOS ESTADOS COM A UNIÃO.

ASSINATURA COM A UNIÃO

PODE OCORRER ENTRE 02 E 08 DE JUNHO. AÍ, PORÉM, EXISTE UMA QUESTÃO POLÍTICA QUE PODE ATRASAR ESSA ASSINATURA. O TSE PODE FINALIZAR O JULGAMENTO DA CHAPA DILMA / TEMER, CASSANDO O MANDATO DO PRESIDENTE. AINDA QUE ELE RECORRA AO STF, O FATO VAI GERAR TURBULÊNCIA DE CONSEQUÊNCIAS IMPREVISÍVEIS.

SEJAMOS OTIMISTAS

VAMOS SUPOR QUE O ACORDO É ASSINADO EM 05 DE JUNHO.

PRAZO DADO POR PEZÃO: ENTRE 05 E 20 DE JULHO O PAGAMENTO É COLOCADO EM DIA.

PRAZO DOS DEPUTADOS: 05 DE AGOSTO O PAGAMENTO É COLOCADO EM DIA.

PRAZO DOS TÉCNICOS: INÍCIO DE SETEMBRO.

QUANTO VEM DE DINHEIRO ?

UM EMPRÉSTIMO DE R$ 3,5 BILHÕES / GARANTIA DE PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE.

OUTRO DE ATÉ R$ 4 BILHÕES - ANTECIPAÇÃO DE ROYALTIES (ESSE É MAIS DEMORADO)

PAGAMENTOS

O PAGAMENTO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO ESTÁ ATRELADO A ESSA LIBERAÇÃO DE RECURSOS. O PAGAMENTO EM DIA DOS SALÁRIOS PARA TODOS, NOS MESES SEGUINTES, TAMBÉM. AS GRATIFICAÇÕES DA SEGURANÇA, IDEM.

JÁ O PAGAMENTO MENSAL, COMO O RESTANTE DE ABRIL POR EXEMPLO, NADA TEM A VER COM ISSO. O GOVERNO PRECISA TIRAR DE SEUS RECURSOS NORMAIS, O MONTANTE NECESSÁRIO PARA PAGAR, E LOGO, AOS SERVIDORES QUE NÃO RECEBERAM AINDA ABRIL.

INFELIZMENTE, NÃO SINALIZOU NADA, DE CONFIÁVEL NÃO HÁ NADA SOBRE ESSE PAGAMENTO, ATÉ A MANHÃ DE HOJE.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

REFORMA TRABALHISTA É CRITICADA POR MINISTROS DO TST - RETIRA DIREITOS DOS MAIS POBRES E SÓ FAVORECE OS PATRÕES

A REFORMA TRABALHISTA EM TRAMITAÇÃO NO SENADO, JÁ APROVADA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, É UMA DAS MAIORES MALDADES QUE SE PODE FAZER COM OS TRABALHADORES. UM CONJUNTO DE LEIS QUE VAI FAZER DE MUITOS TRABALHADORES VERDADEIROS "ESCRAVOS" NAS MÃOS DAS PODEROSAS EMPRESAS.

O QUE TEMOS HOJE, SÃO AS EMPRESAS ESTRANGEIRAS COMPRANDO PARTICIPAÇÃO E ATÉ O CONTROLE TOTAL DAS EMPRESAS BRASILEIRAS. O QUE TEMOS SÃO AS CHINESAS ENTRANDO COM TODA A FORÇA NO BRASIL, E QUERENDO IMPOR AQUI, O MESMO REGIME TRABALHISTA DE LÁ, ONDE A JORNADA CHEGA A 16 HORAS DIÁRIAS, OS TRABALHADORES NÃO TEM PRATICAMENTE FÉRIAS E NEM DIREITO A ORGANIZAÇÃO SINDICAL.

COMO ACEITAR MEIA HORA DE ALMOÇO, TRABALHO INTERMITENTE, "LIVRE NEGOCIAÇÃO" ENTRE UM LADO MUITO FORTE E OUTRO MUITO FRACO ?

COMO ACEITAR QUE ESSE MONTE DE DENUNCIADOS, INVESTIGADOS, INDICIADOS E ATÉ RÉUS, QUE COMPÕE O CONGRESSO NACIONAL, DECIDAM A VIDA DE MILHÕES DE BRASILEIROS ?


Uma comissão de ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) entregou hoje (25) ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), um documento de seis páginas com críticas à proposta de reforma trabalhista em tramitação na Casa.

Segundo o ministro Maurício Godinho Delgado, o documento, assinado por 17 dos 27 membros do TST, traz considerações jurídicas feitas com base em um estudo elaborado por esse grupo de ministros.

“Trouxemos um documento técnico, de colaboração para o trabalho do Senado que aponta no direito individual do trabalho uma série de medidas que reduzem imediatamente, e também a médio prazo, uma série de direitos consagrados na legislação atual”, afirmou o magistrado.

Na avaliação da maioria dos ministros do TST, a proposta em discussão, já aprovada pela Câmara dos Deputados, “desestimula ou fecha de maneira muito forte” o acesso de pessoas simples e pobres do país à jurisdição. Outra crítica dos ministros é que o texto da reforma “retira direitos e aumenta desproporcionalmente o poder empresarial e do empregador nas relações de emprego, além de desvirtuar a negociação coletiva trabalhista e enfraquecer o sindicalismo no país".

Para Godinho, o projeto também retira direitos na negociação coletiva trabalhista. “Em vez de a negociação coletiva trabalhista ser um instrumento de elevação das condições de trabalho na vida social, passa a ser um instrumento de piora das condições de trabalho e, naturalmente, isso fere toda a história do direito do trabalho”, disse.

O governo trabalha para aprovar a reforma no Congresso Nacional e argumenta que as mudanças vão modernizar as relações de trabalho e gerar mais empregos no país.

Edição: Juliana Andrade

JORGE PICCIANI REASSUME ALERJ E DÁ ULTIMATO A FERNANDO PEZÃO


Contrariando ordens médicas, o Deputado Jorge Picciani (PMDB/RJ) reassumiu ontem sua posição de PRESIDENTE DA ALERJ.

A VOLTA do "PODEROSO CHEFÃO" da Assembleia, teve três motivos

1 - André Ceciliano do PT, foi enquadrado pela Direção partidária, que lhe afastou e vai abrir um processo de possível expulsão do deputado. O PT não concordou com a postura de André Ceciliano de pautar a matéria de aumento da contribuição previdenciária. Daí ficaram com medo de que Ceciliano cedesse e não segurasse a ONDA DE PROTESTOS.

2 - O Deputado Vagner Montes (PSD) voltou da sua licença médica, e reassumiria no lugar de André Ceciliano. Vagner Montes SE DIZ CONTRÁRIO AO AUMENTO DA ALÍQUOTA, e se assumisse, poderia tirar o projeto de PAUTA.

3 - Jorge Picciani, e só ele, TERIA CONDIÇÕES DE APRESENTAR A CONTA DA APROVAÇÃO DESSA MALDADE AO PEZÃO. Conversaram antes, PICCIANI que já não tem pessoalmente mais nada a perder na vida, BANCOU A APROVAÇÃO, desde que PEZÃO pagasse de imediato o que o ESTADO deve a ALERJ.

Em meio a BOMBAS, TIROS, MORTEIROS, PEDRAS, CAVALARIA E PORR@DA do lado de fora, 39 DEPUTADOS aprovaram o PROJETO de aumento da contribuição previdenciária. Foram todos para casa em seguida "descansar", enquanto PMS e manifestantes continuavam se engalfinhando e danando pelas ruas do CENTRO.

PEZÃO, "HOMEM DE PALAVRA" quando se trata de TRUTA, LIBEROU ontem mesmo R$ 57 MILHÕES para a ALERJ, que assim vai pagar o que deve de salários e obrigações.

PICCIANI não vai acatar nenhum pedido de IMPEACHMENT de Pezão.

Fica comprovado que, DINHEIRO EXISTE, mas, só se PAGAM CONTAS de interesses deles. 

Os recursos do ESTADO continuam sequestrados por esse governo corrupto e incompetente. 

Pagam ou não pagam, a quem querem e quando querem.

PEZÃO CONTINUA, PICCIANI VOLTOU. O RIO TÁ TODO DOMINADO.

*****************************************************************************

25 DE MAIO DE 2017 - CONEXÃO SERVIDOR PÚBLICO COMPLETA DOIS ANOS NO AR

O BLOG AGRADECE A PRESENÇA, APOIO E PARTICIPAÇÃO DOS LEITORES

ESTATÍSTICA

Histórico de todas as visualizações de página: 9.288.562
Seguidores: 533

POSTAGENS PUBLICADAS: 1502
COMENTÁRIOS: 79.603
PÚBLICO: Visualizado em mais de 30 países 



quarta-feira, 24 de maio de 2017

ALERJ APROVA AUMENTO DA ALÍQUOTA DE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA - DE 11% PARA 14% - VEJA A FOTO E O NOME DOS QUE VOTARAM CONTRA O SERVIDOR !

65 DEPUTADOS VOTANTES - O GOVERNO OBTEVE 39 VOTOS FAVORÁVEIS


AGORA SERÃO VOTADOS OS DESTAQUES / TODOS OS DESTAQUES REJEITADOS

A LISTA DOS DEPUTADOS / PARTIDOS QUE VOTARAM CONTRA OS SERVIDORES



********************************************

IMAGENS - BRASÍLIA

IMAGENS - RIO DE JANEIRO




ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM