quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

O ACORDO DA DÍVIDA - UNIÃO X RIO DE JANEIRO - ASSINADO, MAS, NÃO ESTÁ VALENDO !

FIRMADO ACORDO ENTRE UNIÃO E ESTADO DO RIO DE JANEIRO

O BLOG ESTÁ ANALISANDO O QUE FOI ANUNCIADO, MAS NÃO NOS PARECE QUE TENHA NENHUM IMPACTO DE IMEDIATO, NEM PARA O BEM, NEM PARA O MAL, VISTO QUE DEMORARAM TANTO, PROMETERAM TANTO, E NÃO RESOLVERAM NADA HOJE. AGORA TUDO DEPENDE DE APROVAÇÃO NO CONGRESSO E NA ALERJ.


NEM MESMO O EMPRÉSTIMO DE IMEDIATO, QUE ERA ESPERADO PARECE QUE FOI LIBERADO. SÃO DOIS EMPRÉSTIMOS, UM CONDICIONADO À PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE, E OUTRO DE ANTECIPAÇÃO DE ROYALTIES. OU SEJA, NENHUM DINHEIRO NOVO QUE VINDO DO GOVERNO FEDERAL OU DOS BANCOS, POSSA SOCORRER O RIO, AJUDANDO A PAGAR SALÁRIOS E COMPROMISSOS.

NÃO HÁ MUITA NOVIDADE NAS MEDIDAS ANUNCIADAS. CORTE DE GASTOS EM VALORES ABSURDOS, AUMENTO DE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA, REDUÇÃO DE SECRETARIAS E AUTARQUIAS. COMO NÓS JÁ DISSEMOS AQUI, O MINISTRO CITOU QUE O AUMENTO DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA POR TRÊS ANOS, PODE SER PRORROGADO. 

DE BOM, SE É QUE SE PODE DIZER QUE HÁ ALGO DE BOM, É O ADIAMENTO DAS DÍVIDAS DO ESTADO. 

CONCLUSÃO: A UNIÃO NÃO ESTÁ SOCORRENDO NADA. NÃO ESTÁ APORTANDO NADA. 

O GOVERNO TEMER TIROU O CORPO FORA, E DEIXOU PARA O CONGRESSO E A ALERJ, APROVAREM OU NÃO, E DEIXOU O ESTADO SOZINHO NA IDA AO STF PARA PEDIR UMA PRÉVIA AUTORIZAÇÃO.

VÁRIOS REPÓRTERES PERGUNTARAM COMO FICA A SITUAÇÃO DE NECESSIDADE DE PAGAR OS SERVIDORES AGORA, E FICARAM SEM RESPOSTA. 

AS IMAGENS DO ANÚNCIO - G1 / NBR

135 comentários:

  1. Acordo entre Rio e União exclui inativos que recebem abaixo de R$ 5.500 de taxa extra à Previdência

    img
    BSB - Brasília - Brasil - 11/01/2017 - PA - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ao lado do governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão, durante reunião no ministério da Fazenda em Brasília. Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo
    -A A A+
    Nelson Lima Neto
    Após discussões jurídicas e econômicas sobre o acordo entre o governo do Rio e a União, ficou decidido que a cota extra que será paga pelos servidores estaduais à Previdência não afetará inativos e pensionistas que recebem até R$ 5.579. Esse limite estipulado pelas partes diz respeito ao benefício máximo recebido por aposentados vinculados ao INSS (e esse patamar serviria de referência também para o funcionalismo).

    Hoje, o grupo de servidores estaduais que ganham até R$ 5.579 mensais não contribui com qualquer percentual ao Rioprevidência, fundo que paga aos inativos e aos pensionistas no estado. O motivo é a manter a igualdade com os segurados do INSS. Se fosse levada adiante uma taxação dos servidores que ganham menos, isso poderia ser questionado na Justiça, pois, no caso do INSS, ninguém recolhe.

    Uma reunião hoje, às 9h, no Ministério da Fazenda, vai concluir as discussões sobre as mudanças previdenciárias no estado. Ao que tudo indica, a cota extra, que vai variar de 6% a 8%, afetará todos os ativos, além dos inativos e dos pensionistas que recebem acima de R$ 5.579.


    Além de estabelecer essa contribuição extra, o Estado pedirá a alteração das contribuições fixas ao Rioprevidência, dos atuais 11% para 14%. Essa alíquota fixa já afeta hoje todos os ativos e os inativos que recebem além do teto do INSS.

    A proposta, portanto, será diferente da apresentada em 2016. No planejamento anterior do governo, a ideia era que todos os servidores, sem exceção, contribuíssem com 30% do salário à Previdência. Dois projetos foram enviados para Alerj e não foram votados. As novas propostas voltarão ao debate entre os deputados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duvida...esses $5.500,00 ..refere-se ao bruto ou liquido..?????????

      Excluir
    2. Quem disse que não pagamos nada ao RIoPrevidencia?? Todo mes é descontado uma taxa de 54 reais pelo Rioprevidencia. Sou pensionista da PMERJ e desconto todo mes esse valor. É injusto dizer que não descontamos nada :( Isso pra quem ganha pouco, como eu,é muita coisa.

      Excluir
    3. Realmente eles fazem pouco caso de nós servidores, tb sou pensionista e todo mês tenho esse desconto para pagar o Previdencia no meu contra cheque !

      Excluir
    4. Para o conselho superior do MP, Pezão deve ser processado por improbidade - http://glo.bo/2koNh9I

      Excluir
    5. Refere-se ao bruto

      Excluir
  2. http://www.valor.com.br/brasil/4832138/uniao-honrou-r-22-bilhoes-em-dividas-nao-pagas-pelo-rio-em-2016

    ResponderExcluir
  3. Servo bom dia.
    Se a matéria do anónimo está correta o meu contracheque está errado. Sou pensionista e recebo 3500 bruto, meu desconto para o rioprevidencia é 99,00.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu teto é abaixo de 5000 e já é descontado 11%

      Excluir
    2. Na verdade eu também desconto é recebo abaixo deste teto. No meu caso a minha pensão é dividida com a minha mãe e eles consideram o valor total para efeitos de desconto!
      Também existe uma lei que prevê que no caso de servidores que eram aposentados ou pensionistas na época em que foram implantadas as contribuições para estes grupos, o teto cairia para a Metade! Agora eu realmente não sei se estas leis são constitucionais pois o limite deveria ser igual para todos seguindo o valor estabelecido para a União!
      Como estou em um momento bem complicado ainda não parei para ver está situação mas vou ver se entro com um processo judicial questionando estes descontos e pedindo os retroativos dos últimos 5anos!
      Eu já comentei aqui no blog sobre este assunto! Existem aposentados e e pensionistas que descontam a contribuição previdenciária é recebem abaixo do teto! Ou seja se o servidor se aposentou no dia anterior à publicação da lei ele desconta se o servidor se aposentou no dia posterior ele não desconta! Cadê a isonomia entre estes servidores e entre os servidores estaduais e os federais?
      Mas é um assunto complexo e que eu nunca vi nenhum meio de comunicação abordar anteriormente!
      Carla

      Excluir
  4. servo Socorro não tenho dinheiro para nada nem para alimentar meus netos aí Previdência já telefonei hoje três vezes diz que tá em análise não tem prazo previsto para minha pensão sair o que que eu faço se eu não tenho dinheiro para nada tomei 4 Rivotril e não consigo dormir é sistema nervoso não tenho contra em casa não tenho nada para dar para o meu neto comer o que que eu faço ainda está dando cesta básica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa,mais cadê os pais dos seus netos, eles também tem de correr atrás!! Sabemos da sua situação eu fico com pena de você Terezinha.

      Excluir
  5. Servo bom dia, sou pensionista PMERJ rioprevieencia e já desconta 11% desde que comecei a receber a pensão de meu marido, a pergunta que faço é eu entraria neste novo desconto pq o meu líquido é 2.022.00.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcia, você divide a pensão com mais alguém? Desde quando você é pensionista? Carla

      Excluir
  6. AOS LEITORES PEDIMOS QUE SÓ COMENTEM AQUI ASSUNTOS LIGADOS AO ACORDO / SOCORRO - PARA QUE QUANDO TIVERMOS UMA DECISÃO, POSSAMOS DESENVOLVER NESSA POSTAGEM, NOSSA VISÃO / OPINIÃO / DÚVIDAS / ELOGIOS / CRÍTICAS AO QUE FICOU RESOLVIDO.

    GRATO PELA COMPREENSÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complicado né,acho que as pessoas não perdem um tempinho pra ler a matéria. Meu Deus

      Excluir
    2. Servo, este comentário de 10:19 foi do Blog?

      Excluir
  7. PRECISA DESENHAR OU DÁ PARA ENTENDER?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai catar coquinho mal educada o blog não é seu

      Excluir
    2. VOCÊ SABE LER? VIU O QUE O SERVO COLOCOU NO INICIO DA POSTAGEM? PARA NÃO COLOCAR OUTRO ASSUNTO QUE NÃO SEJA AQUELE QUE ELE PEDIU? ENTÃO PERCA UM MINUTO DO SEU PRECIOSO TEMPO E LEIA ( SE SOUBER, É CLARO..)

      Excluir
    3. Anónimo das 10:38,o blog não é meu mesmo.Mais a matéria do dono diz SO ASSUNTOS RELACIONADOS AO ACORDO.

      Excluir
    4. Não vejo ninguém falando nada fora do Tema proposto,só uma pessoa como muitos desesperado com razão,e ainda querem falar gracinha bando de puxa saco,a pessoa tá pedindo ajuda,por esse comportamento que fazem o q fazem com agente,povinho metido a caga cheiroso.

      Excluir
    5. Este comentário que foi feito pelo anonimo de 10:19? Porque pelo Servo não foi! E eu sei ler muito bem !

      Excluir
  8. srrvo Já fiz tudo que foi orientada já fui em rio da Previdência Já mandei extrato bancário E continuo dizendo que não tem previsão para pagamento da segurança que atrasou eu não sei mais o que que eu faço por favor service me diz o que que eu faço me ajuda eu tou desesperada Já tomei 4 Rivotril não consigo dormir não sei mais o que que eu faço eu preciso comprar comida para dentro de casa e não sei como resolver isso já tem 63 anos não consigo mais tenho diabetes Tomei Rivotril sem receita médica para mim ver minha casa e não consigo me acalmar melhor mesmo seria morrer de uma vez só que eu pare de sofrer com esse maldito

    ResponderExcluir
  9. Eu recebo do Rio Previdência pensão de 3 472,68 não tenho nenhum desconto somente o imposto de renda 166,10 você entra com pedido de restituição antes desse acordo

    ResponderExcluir
  10. Bom dia. Alguma notícia sobre o tal acordo que seria hj?

    ResponderExcluir
  11. Rio Previdência

    Acabei de sair

    Eles informaram q TDS vão receber hj

    Q foi oficialmente P eles +- 10:30hs

    SAC ou tel. Eles não tem o conhecimento necessário P informar...

    Não se iluda C tel

    Vá direto ao RIO PREVIDENCIA

    Vamos aguardar...

    ResponderExcluir
  12. GENTE... QUAL A PARTE DO:
    SÓ POSTEM ASSUNTOS REFERENTES A MATÉRIA,VCS NÃO ENTENDERAM????
    Affff... povo nem lê nada. Isso é falta de respeito com quem se desdobra em buscar informação pra nos repassar! Leiam a matéria,leiam os comentários e pedidos dos editores,procurem o tópico certo para suas reclamações.Poooxa... que coisa chata!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do anônimo de 10:19? Acho que você que não entendeu que não foi postado pelo Servo!!

      Excluir
  13. Não podemos permitir nenhum desconto nos nossos vencimentos, particularmente sob a chantagem de que assim iríamos receber em dia. É apenas isso: chantagem. O Pezão não tem a mais remota intenção de colocar os pagamentos em dia e aumento de contribuição previdenciária não garante nada, afinal no Orçamento de 2017, ele vetou justamente a emenda do PSOL que determinava a prioridade para o pagamento dos servidores, ou seja, enquanto funcionários ativos, inativos e pensionistas não recebessem, ele não poderia efetuar outros pagamentos. Se tivesse intenção de cumprir a promessa de pagar em dia em troca de um desconto previdenciário maior, ele não teria vetado essa emenda para começo de conversa. O que o Pezão quer é vencer os servidores pelo cansaço e pelo desespero e depois dar uma grande volta em todos nós.

    ResponderExcluir
  14. Matéria sobre o acordo está no site do jornal o extra de hoje.

    ResponderExcluir
  15. Servo em quanto tempo pode ser aprovado esse acordo no Congresso Nacional? Será que até março já estará tudo resolvido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), que também vai a Brasília hoje, diz que não medirá esforços para convencer o Parlamento a aprovar os textos.

      “Vou a Brasília na expectativa de que a União, estado e STF vão encontrar um caminho equilibrado para sairmos dessa grave crise”, diz. “Por outro lado, vou lutar na Alerj para aprovar as contrapartidas, mostrando a cada deputado que se não aproveitarmos essa oportunidade os salários vão atrasar mais, serão parcelados em um número maior de vezes e os serviços vão piorar, prejudicando toda a população”. Outros deputados veem as contrapartidas como chantagem da União.
      Jornal o dia

      Excluir
  16. Gente, pelo amor de Deus, temos uma servidora a beira de uma loucura, sei que todos estamos apertados e com dívidas, mas é uma vida de que estamos falando, alguém tem o contato da Therezinha?! Precisamos ajuda-la , se vocês não puderem tudo bem, mas não posso ver essa situação e não fazer nada!

    ResponderExcluir
  17. Servidores públicos do estado do Rio já deixaram de receber reajustes que poderiam chegar a 25%, se a inflação oficial tivesse sido levada em conta. É que algumas categorias do funcionalismo não têm reposições salariais há pelo menos três anos. Na prática, um servidor da educação, por exemplo, que em 2014 recebia R$ 5 mil por mês, hoje deveria estar ganhando algo em torno de R$ 6.250 reais apenas pra repor a perda salarial do período.

    O levantamento foi feito pelo deputado Luiz Paulo, da Comissão de Orçamento da Alerj, a pedido da CBN. Em meio à discussão do acordo de socorro ao Rio, que ocorre em Brasília, há possibilidade de o salário defasado ser ainda mais impactado. Isso porque está em pauta a hipótese de as remunerações dos funcionários públicos terem os aumentos congelados pelos próximos dois anos.

    A medida deve enfrentar resistência na Assembleia Legislativa, Casa que tem que aprovar as contrapartidas impostas pela União pra validação do acordo fiscal. O deputado Luiz Paulo critica o aumento do ônus ao servidor e não descarta a possibilidade de a Alerj voltar a ser palco de manifestações como as que ocorreram no final do ano passado.

    Outra medida polêmica diz respeito ao aumento da porcentagem da contribuição previdenciária. Hoje, a alíquota é de 11%. O governo quer elevar pra 14%, o que resultaria num aumento de três pontos percentuais. Soma-se a isso uma taxa especial, que seria cobrada por um período determinado, cuja estimativa mais modesta gira em torno de 6%.

    Nesse cenário, o servidor que hoje é descontado em 11% seria obrigado a contribuir com 20%. Ou seja, o funcionário que hoje ganha R$ 5 mil passaria a receber R$ 4 mil. Como adiantou o jornal Extra em sua edição dessa quinta, essa cota extra não vai afetar inativos e pensionistas que recebem até R$ 5.579. O líder do PMDB na Alerj, deputado André Lazzaroni, defende o aumento da alíquota e diz que mais vale ser descontado e receber em dia do que viver a indefinição de não saber quando o salário cairá na conta, como tem ocorrido há meses.

    O líder do PSOL na Alerj, deputado Marcelo Freixo, diz que o governo já virá com um plano pronto, sem dar margem pra discussão legislativa. Pelos termos acordados, caberá ao Congresso Nacional aprovar uma lei complementar pra dar legitimidade ao acordo de recuperação fiscal. Mas um termo de compromisso já deve ser assinado hoje, às 15h, no Palácio do Planalto.

    Se o Supremo Tribunal Federal homologar esse documento, os efeitos da lei já poderão ser antecipados. O governo defende a homologação e usa a urgência financeira como justificativa. O fato é que, se o Legislativo não aprovar a lei complementar e as contrapartidas, todo o acordo pode ir pelo ralo. Pelo menos na Alerj, a base do governo Pezão acredita estar recomposta e unida para aprovar aquilo que em 2016 eles recusaram.

    Membros da oposição, por sua vez, estão pagando pra ver. A CBN procurou a Secretaria de Fazenda, que reconheceu que algumas categorias não têm salários reajustados há mais de três anos, mas destacou que outras foram contempladas: caso, por exemplo, de servidores da segurança, do Inea, do Detran, entre outros. Ainda assim, essas reposições não foram suficientes pra repor a perda do período. De acordo com a Fazenda, a decisão de reajustar ou não os salários de cada categoria estão atreladas a decisões do governo.
    Jornal cbn


    Eduardo

    ResponderExcluir
  18. Yasmim ela disse ser diabética eu ontem ofereci dois fracos que estão sobrando da mi há mãe mas ache que ela não se interessou ou não leu

    ResponderExcluir
  19. Yasmim ela disse ser diabética eu ontem ofereci dois fracos que estão sobrando da mi há mãe mas ache que ela não se interessou ou não leu

    ResponderExcluir
  20. Respostas
    1. Ana, não adianta, pois esse povo não sabe ler ou os dois neurônios estão em choque... O negócio deles é escrever, não importa onde nem o que... LAMENTÁVEL!!!

      Excluir
    2. Ana Celia você reparou que o comentário para escrever só sobre a matéria é de um Anônimo? O desconto está associado ao acordo! As pessoas têm dúvidas. Acho que o anônimo de 16:16 é que não sabe ler!!

      Excluir
  21. Boa tarde

    Hoje como é um dia DECISIVO, parece que as pessoas estão mais estressadas, ansiosas e "armadas".

    Calma, que um mínimo de alívio deve vir por aí. NÃO será a oitava maravilha, MAS VAI DAR PARA TODOS TEREM UM TEMPO, e conseguirem colocar um pouco de ordem em suas vidas.

    Depois é continuara na luta.

    O BLOG continua contando com a colaboração de todos os servidores para poder informar com segurança.

    Não adiata pressa em ANUNCIAR isso ou aquilo. Nós não estamos buscando furos de reportagem, nem competindo com ninguém.

    Só queremos bem informar, e permitir que todos possam tirar dúvidas, troca opiniões, se apoiar e juntos buscarmos soluções para o SERVIÇO PÚBLICO e para o conjunto dos trabalhadores do Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soube agora pelo noticiário da TV que o acordo foi assinado, mas não deram outros detalhes como, por exemplo, se a taxa extra de 6% vai ser cobrada. Servo, acha que isso vai passar?

      Excluir
  22. Foi a corrupção e a sonegação que levou o Governador a Decretar Estado e Calamidade Econômica desde a época do Sérgio Cabral que está preso em Bangu.
    Nós servidores e a população do Rio temos que mudar o substantivo CRISE para os substantivos CORRUPÇÃO e SONEGAÇÃO esses atos ilícitos é que causaram o desmanche do Estado.
    A corrupção atinge, com gravidade, um número infinitamente maior de cidadãos através do desvio de verbas.
    A Sonegação provoca o mesmo efeito só que através do não pagamento de impostos e as frequentes renegociações, anistias e perdão das dívidas pelos Governos Federal e Estaduais para os grandes, médios e pequenos empresários e dessa forma também, esses governos oportunistas deixam de transferir a suas cotas para diversos órgãos exemplificando. o INSS e o RioPrevidência.
    O que a população tem que fazer é reprimir essa ação criminosa desse governo e as organizações que se beneficiaram das isenções fiscais, instaladas no Governo do Estado do Rio de Janeiro.
    Finalizando não existe crise e sim corrupção e sonegação fiscal.

    ResponderExcluir
  23. NÃO PODEMOS PAGAR PELA CORRUPÇÃO E SEONEGAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
    Valor de R$ 340 milhões acumulado por Cabral no exterior pagaria salário de 80 mil servidores

    Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/valor-de-340-milhoes-acumulado-por-cabral-no-exterior-pagaria-salario-de-80-mil-servidores-20828648.html#ixzz4WtZn6qB2

    ResponderExcluir
  24. Corrupção fez RJ decretar calamidade, diz juiz que decretou prisão de Cabral e Eike.

    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/corrupcao-fez-rj-decretar-calamidade-diz-juiz-que-decretou-prisao-de-cabral-e-eike.ghtml

    ResponderExcluir
  25. IMPEACHMENT JÁ!!!!!!!

    NÃO DEVEMOS SER SACRIFICADOS.

    O Conselho Superior do Ministério Público do Rio entendeu, por 6 votos a 3, que o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) deve ser investigado por improbidade administrativa.

    Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/extra-extra/conselho-superior-do-mp-decide-nao-arquivar-processo-contra-pezao-20830339.html#ixzz4Wtfemc51

    ResponderExcluir
  26. Pensionista do bombeiro e nada até agora!

    ResponderExcluir
  27. Pensionista do bombeiro e nada até agora!

    ResponderExcluir
  28. boa tarde servo todos muito nervosos precisam de calma entendo a situação de todos

    ResponderExcluir
  29. E aí gente, alguém tem alguma notícia sobre esse famigerado acordo? Moro fora do Rio e fico acompanhando as novidades pela internet e principalmente pelo blog. Alguma resposta?

    ResponderExcluir
  30. Estamos aguardando o Servo com novas notícias.

    ResponderExcluir
  31. eu recebi no dia 23/1/2017 não sei dizer se é do mês de dezembro foi colocado o pagamento entegral

    ResponderExcluir
  32. http://m.oglobo.globo.com/rio/uniao-rio-de-janeiro-fecham-acordo-para-socorrer-estado-20830744

    ResponderExcluir
  33. servo boa tarde acabei de le isso no extra vc sabe mais alguma coisa!
    http://extra.globo.com/noticias/rio/uniao-rio-de-janeiro-fecham-acordo-para-socorrer-estado-20830758.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No G1, eles mencionam "algumas" das famigeradas contrapartidas, entre as quais o aumento da contribuição previdenciária e a criação de uma alíquota extra. A frase do Ministro, entretanto, sugere que pode ter mais coisa aí, mas não há nada na matéria que esclareça: "Meirelles diz que uma série de mudanças na previdência do estado totaliza R$ 3,2 bilhões, com aumento da contribuição previdenciária, e alíquota especial temporária durante a vigência do plano de ajuste."

      Excluir
  34. Ativos da Educação, todos sabem que o pgto.da categoria está em dia, mas um dia também serão aposentados,portanto não zombem do sofrimento alheio. Pagar o aposentado é um dever do Estado, não é nenhum favor.





    ResponderExcluir
  35. eu também estou morando em outro estado mais estou lendo todas as notícias pela enternete

    ResponderExcluir
  36. Acho que esse acordo só vai rolar após aprovação do Congresso e posse do novo Ministro, até porque deve ir a apreciação de todos os membros do Supremo.

    ResponderExcluir
  37. gente nao entendi nadinha..............

    ResponderExcluir
  38. Gente quem recebeu?????

    ResponderExcluir
  39. Gente quem recebeu?????

    ResponderExcluir
  40. Detalhes do acordo no G1:

    O Presidente Michel Temer assinou nesta quinta-feira (26) um termo de compromisso com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, para suspender por até 36 meses o pagamento da dívida estadual à União, em troca de contrapartidas para melhorar as contas do estado. O anúncio foi feito após reunião no Palácio do Planalto.
    O termo de compromisso, porém, ainda terá de passar pela aprovação da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Ao mesmo tempo, o governo informou que enviará ao Congresso Nacional no início de fevereiro um projeto de lei para alterar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e permitir a suspensão do pagamento das dívidas dos estados em dificuldade com a União, em troca de contrapartidas.
    As contrapartidas pedidas pelo governo ao Rio de Janeiro são as seguintes:
    - aumento de R$ 1,2 bilhão em receitas em 2017, englobando alta do ICMS e criação de um fundo de incentivos para cobrar empresas que tiveram benefícios fiscais e um acordo com a Petrobras;
    - corte de R$ 9 bilhões em despesas, envolvendo redução de secretarias, de autarquias, eliminação de restos a pagar e transferência de outra parte para anos seguintes e a instituição de um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para servidores;
    - Mudanças na Previdência estdual que totalizam R$ 3,2 bilhoes, com aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% e aliquota adicional temporária de 8%;
    - Repactuação de dividas, fazendo com que o estado deixe de pagar o principal de juros de uma serie de emprestimos totalizando R$ 6,2 bilhões em 2017.
    Segundo explicou nesta semana o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, com base nesse termo de compromisso, e na expectativa de que o novo projeto será aprovado pelo Congresso Nacional e pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) poderá decidir, se assim julgar adequado, antecipar os efeitos da suspensão do pagamento da dívida pelo Rio de Janeiro.
    Porém, se depois os projetos não forem aprovados, a suspensão do pagamento perderá sua validade.
    No fim do ano passado, um texto para mudar a LRF e permitir a suspensão da dívida dos estados em dificuldades financeiras por até três anos já tinha sido enviado ao Congresso, mas as contrapartidas exigidas das unidades da federação foram retiradas pela Câmara dos Deputados. Por isso, essa parte do projeto acabou vetada pelo presidente Michel Temer.
    Deste modo, um novo projeto terá de ser encaminhado ao Legislativo para permitir a melhora das contas dos estados em situação crítica, como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul - que também já negocia um acordo semelhante com a União.
    O presidente Michel Temer se reuniu pelo menos três vezes no Planalto esta semana com o ministro Meirelles e a advogada-geral da União, Grace Mendonça, para tratar da assinatura do termo. De acordo com assessores do Planalto, os três discutiram as concessões e as contrapartidas extensivamente para que o Rio de Janeiro ajuste as contas e não volte a ter uma crise financeira como a atual.

    ResponderExcluir
  41. Pezão em Brasília ao vivo
    TV aberta canal 2.2 NBR

    ResponderExcluir
  42. LAMENTAVEL, VAI DEPOSITAR QUANDO? AMANHA ? ENTAO NAO E DIA 26

    ResponderExcluir
  43. Tá passando entrevista ao vivo na NBR.
    Pisciane,pezão e Meireles.
    Falando sobre o pacote.

    ResponderExcluir
  44. Servo...Boa noite, gostaria de saber se vou ter esse reajuste. ..pois minha pensão é dividida com minha irmã e eu...porém eu recebo...3,766...e ela a mesma quantia..meu contra cheque diz que recebo...3766.O bruto do meu pai e então uns 7400..mais dividida por duas pensionista eu e minha irmã. .enfim eles no meu contra cheque descontam 11/ por cento e da minha irmã tabem..É correto isso? Vem a anos..esse desconto se vim é no bruto do meu falecido pai ? Ou do que eu recebo? Que é 3766,00..grato espero ter conseguido me expressar...pensionista rio previdência Pm RJ. ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Edna. Considerando-se o total, imagino que haja o desconto de 11% sobre a diferença entre o valor bruto e o valor correspondente ao teto da Previdência Social, que passou para R$ 5.579,00. Por exemplo, se o valor bruto é de R$ 8.000,00, os 11% são calculados sobre a diferença entre esse valor e o teto da Previdência, ou seja, sobre R$ 2.421,00. Sobre este último valor que você aplica os 11%. Imagino que o raciocínio seja de que a pensão é uma só, apesar de ser dividida entre você e a sua irmã, o que resultaria no pagamento da contribuição previdenciária.

      Excluir
    2. Obrigado Anónimo entendi...Boa noite!!!! DANCEI...KKKKKKK

      Excluir
    3. Senhora Edna.

      A PENSÃO É UMA SÓ, embora as beneficiárias sejam duas. O cálculo é como o anônimo das 18:34 lhe passou.

      Isso se for aprovado.

      Excluir
    4. O cálculo é feito assim mesmo mas é um absurdo pois são pessoas diferentes, tanto que para o desconto do IR o valor para cálculo é o de casa beneficiário! Tem que saber como é feito o desconto no caso de pensões do INSS! E aí questionar judicialmente! Mas a briga é longa!

      Excluir
  45. Não suporto olhar a cara de nenhum deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem eu...cheia de empréstimo e com mais descontos!

      Excluir
  46. Pezao e Cabral roubaram e agora os servidores te q pagar a conta com 22 por cento dos seus salários. Picciane só vive em Bangu de conversa com cabral. Agora vem querer roubar o servidor p cobrir o rombo deles. Não esquecem que Michel temer e do mesmo partido. PMDB.

    ResponderExcluir
  47. Eles disseram que podem depositar até meus noite

    ResponderExcluir
  48. BOA NOITE

    DISPONIBILIZAMOS O LINK COM AS IMAGENS DA ENTREVISTA / ANÚNCIO DE MEIRELLES E PEZÃO.

    ATUALIZAMOS A MATÉRIA

    VAMOS ESPERAR A PUBLICAÇÃO DAS MEDIDAS NO SEU TOTAL

    MAS INFELIZMENTE O QUE FICOU DECIDIDO É FRUSTRANTE.

    O GOVERNO FEDERAL SIMPLESMENTE DISSE AO RIO QUE ELE SE VIRE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Covarde ele não é brasileiro!

      Excluir
    2. Olá Servo!
      Boa noite!
      Gostaria de tirar uma dúvida, existe a possibilidade de eles liberarem o tal empréstimos dos bancos ao Rio e com isso atualizarem Dezembro,13° e talvez Janeiro?
      Estou esperançosa!!
      O q o Sr acha?

      Excluir
  49. Saúde ativo na conta

    ResponderExcluir
  50. aposentado da educação. entrou na conta agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começou fico feliz por vcs...pensionista do Rio previdência. Pm RJ...agora posso ficar feliz vcs tbm pagarão sua contas!

      Excluir
    2. Digo;JÁ recebi antes...Pm RJ mais não estava satisfeita agora sim...

      Excluir
  51. Pensionista. Acabou de cair o dinheiro.

    ResponderExcluir
  52. pensionista educação, na conta. e da minha irmã também

    ResponderExcluir
  53. Eu sou de Niterói Moro Até meu apartamento é próprio mas não tem dinheiro para nada vem para pagar o condomínio até esse governo aí deixar de pagar a gente tudo era certa me apagar da minha esposa rigorosamente em dia isso é muito triste para gente que tem uma certa idade pagar as contas em dia e agora não sei nem o que comer isso é muito triste é muita humilhação eu só quero saber o que que eu faço se eu vou na justiça receber meu pagamento e até agora nada na conta Rodeio do dia 18 e Previdência Fala que vai entrar no longo do dia e até agora nada hoje eles falaram que entrar parcelado não entrou eu só queria saber se alguma pessoa lista de Polícia Civil recebeu hoje alguma coisa por favor eu tô desesperada

    ResponderExcluir
  54. Inativo da educação parcela na conta

    ResponderExcluir
  55. Rio Previdência entrou C/ c

    ResponderExcluir
  56. Boa noite!! Aposentada dá educação, caiu agora, rio previdência, estou torcendo por todos, vou pedir ao nosso Deus!!!! Que todos recebam!! Até para aqueles que me xingaram, eu quero que recebam em nome de JESUS!!!! É muito sofrimento o que estamos vivendo!! E ninguém, ninguém, merece passar por isso!! Todos vão receber, eu tenho fé!! Fiquem com Deus!!!! Obrigada Servo, pelo seu blog!! Que DEUS!!!! ABENÇOE a todos nós!!!! Todos vão receber!!!!!!!!!!! Amém!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  57. Boa noite! Dinheiro na conta. Nesse instante. Pen. Rio previdencia...

    ResponderExcluir
  58. Aí...meu Deus...o meu nada nada. Espero que saia. No aguardo. Obrigada Servo. Boa noite e saude

    ResponderExcluir
  59. Pensionista IPERJ. Entrou 804,00

    ResponderExcluir
  60. Que aumentace de 11% para 14% mas dai a botar na nossa conta um extre de 6 a 8% é f... geral...obvio que isso é mais roubo e na cara deslavada, e sem reposição de perdas não vai salvar ninguem que esta com a divida acima da cabeça... ai vrm um calhorda desses e diz que maia vale perder 20% do que perder tdo... botando a nossa conta? Ve se ele quer perder o dele? Desgraçado cretino

    ResponderExcluir
  61. Que aumentace de 11% para 14% mas dai a botar na nossa conta um extre de 6 a 8% é f... geral...obvio que isso é mais roubo e na cara deslavada, e sem reposição de perdas não vai salvar ninguem que esta com a divida acima da cabeça... ai vrm um calhorda desses e diz que maia vale perder 20% do que perder tdo... botando a nossa conta? Ve se ele quer perder o dele? Desgraçado cretino

    ResponderExcluir
  62. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  63. Senhor Magno, boa noite

    Entendo sua justificada revolta. Demoraram tanto, prometeram tanto, o governo federal disse que isso era SOCORRO, O PEZÃO que era a salvação, e o que vemos é essa EMBROMAÇÃO.

    Infelizmente, porém, ainda que lhe dando razão na revolta contra esse QUARTETO SINISTRO - TEMER - PEZÃO - MEIRELLES E PICCIANI, eu sou obrigado a apagar seu comentário pelo termo que o senhor empregou.

    Desculpe, um abraço

    ResponderExcluir
  64. Caiu o pagamento gente.R$804,00

    ResponderExcluir
  65. Então,so nos resta é receber dezembro.Depois o de janeiro os grandes na frente e depois parceladas novo.Não é isso?

    ResponderExcluir
  66. Servo se uma das contrapartidas do acordo é não aumentar a Folha de pagamento, como o Pezão prometeu aumentar os vencimentos da segurança a partir de janeiro? Isso é outra mentira ? Pelo amor de Deus !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E uma boa pergunta, que acho nem o PEZÃO conseguiria responder

      Excluir
    2. Uma das contrapartidas era justamente revogar o aumento

      Pode contar que vem bomba aí

      Só querem tirar vantagem nas costas de quem trabalha pra fazer o Estado funcionar

      Os cargos comissionados, jatinho é mordomias o Gov não corta

      Excluir
    3. Esta é a questão! Este aumento da Segurança está previsto em lei de 2014 que parcelou o aumento em 5 parcelas sendo a primeira em janeiro de 2015 e assim sucessivamente! Por isso eles querem suspender o aumento com o pacote! O problema é que como já estamos em janeiro e a lei não foi alterada pela Assembleia Legislativa eles reconheceram que terão que pagar a parcela de janeiro de 2017!

      Excluir
    4. Muito preocupante! A segurança não vai aceitar isso não.

      Excluir
    5. Em janeiro de 2016 não teve aumento. O certo era pagar retroativo.

      Excluir
    6. Teve sim! Só que parece que eles não pagaram o de todos! Eu tive que entrar com processo judicial! Sou pensionista da polícia civil e recebi a parcela de 2016! Eles pagaram errado só dando os 170 e não fazendo os cálculos das gratificações corretamente mas depois acertaram e pagaram os retroativos!

      Excluir
  67. Oi minha pensão de filha maior vem com sóis desconto IR é claro e desconto do Rioprevidencia de 56,00 reais sou obrigada a pagar esse desconto do Rioprevidencia ja que recebo menos de 3.000 reais e no contra cheque mudou de pensionista para pensão somente O vínculo de filha maior mudou para vínculo 1 Alguém sabe me dizer aonde eu vou pra corrigi e alguém sabe se eu posso abri uma ação pra não pagar esse desconto e onde eu daria entrada no Rioprevidencia ou na justiça comum

    ResponderExcluir
  68. Consigo abri uma ocorrência pra não paga esse desconto do Rioprevidencia de 56,00 reais ja que é descontado IR e recebo menos de três mil pensão de filha maior servo ou alguém pode me tirar esse dúvida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudia, na verdade este desconto é realizado para a previdência do Estado! Não envolve a Receita Federal! Você é a única pensionista? Ou a pensão é dividida com alguém? Porque se for eles consideram o valor total do vínculo para saber se passa do teto . Ou seja, se a soma das pensões for maior que o teto eles estão descontando! E depois, de cada parcela eles descontam o IR correspondente ao valor de cada parcela! Primeiro desconta a Contribuição Previdenciária e depois o IR!

      Excluir
    2. Esta contribuição previdenciária para os pensionistas está prevista na lei 3189/1999 que foi alterada por leis posteriores! Está prevista no art. 34

      * Art. 34. A contribuição prevista no artigo anterior incidirá sobre a seguinte base de cálculo:

      I – para os membros do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública, do Tribunal de Contas e os servidores públicos estatutários inativos, o montante de seus proventos de aposentadoria que exceder o limite máximo estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social de que trata o art. 201, combinado com o art. 40, § 21, ser for o caso, ambos da Constituição da República;

      II – para os pensionistas, o montante da pensão por morte ou do somatório das cotas de pensão, quando repartida por dois ou mais dependentes, que exceder ao limite máximo estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social de que trata o art. 201, combinado com o art. 40, §21, se for o caso, ambos da Constituição da República;

      Excluir
  69. Sra. Cláudia

    Se nos permite uma sugestão.

    Se informe na RECEITA FEDERAL. Depois, se for o caso, procure o RIOPREVIDÊNCIA já devidamente informada do que pode ou não pode ser descontada.

    ResponderExcluir
  70. Boa noite, Servo

    O Pezão teve a pachorra de dizer que estava adiantando o calendário de pagamento hoje

    Não entendi, só pode ser mais um deboche com a cara das pessoas

    Isso foi no final quando já estava pra debandar com a desculpa que tinha que ir embora

    Qual planeta ele está?

    No final das contas essa palhaçada toda é uma grande desculpa pra privatizar a Cedae

    Aumentar a contribuição previdenciária

    Que gente é essa?

    Meu Deus isso não vai acabar em coisa boa pra ng

    O pior é Gov RJ obrigar os servidores, aposentados e pensionistas a pagar mais uma vez pela má gestão

    Que cambada capaz das piores maldades com as pessoas pra conseguir o que quer

    Deus nos defenda

    LVJT tem que colocar os responsáveis por tanto sofrimento o mais rápido possível na cadeia de uma vez por todas

    Ao menos essa justiça por todos que estão sendo judiados




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ATENÇÃO NA ARMAÇÃO DOS GOV RJ E FEDERAL

      O Dia Online hoje cedo

      Taxa extra não deve passar

      As contrapartidas exigidas ao Rio são polêmicas, pois promovem desconto salarial. Nos bastidores, especula-se que há chances de a proposta de elevação da contribuição previdenciária de 11% para 14% passar, enquanto que a taxa extra (de 6% para inativos e pensionistas de 8% para ativos) “não tem possibilidade de aprovação”.

      Presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), que também vai a Brasília hoje, diz que não medirá esforços para convencer o Parlamento a aprovar os textos.

      “Vou a Brasília na expectativa de que a União, estado e STF vão encontrar um caminho equilibrado para sairmos dessa grave crise”, diz. “Por outro lado, vou lutar na Alerj para aprovar as contrapartidas, mostrando a cada deputado que se não aproveitarmos essa oportunidade os salários vão atrasar mais, serão parcelados em um número maior de vezes e os serviços vão piorar, prejudicando toda a população”. Outros deputados veem as contrapartidas como chantagem da União.

      Tudo tramado pra fazer o que o GOVERNO RJ E FEDERAL PRETENDEM

      É ISSO AÍ OUTROS DEPUTADOS V COMO CHANTAGEM

      OS SERVIDORES TEM CERTEZA E SABEM QUE É ARMAÇÃO CLARA ATRASAR OS PAGAMENTOS PRA APROVAR OS PACOTES DE MALDADES

      ESSA CONVERSA DO PICCIANI DANDO ESSE RECADINHO PENSA QUE ENGANA

      ACHO QUE O ROMBO DA MÁ GESTÃO NAO PODE SER PAGO POR SERVIDORES, APOSENTADOS E PENSIONISTAS DE JEITO NENHUM

      CORTA CARGOS COMISSIONADOS SE VIRA, AS MORDOMIAS TB

      DIMNUIR O SALÁRIO DELE NÃO PODE NEM DO PEZÃO

      O OUTRO NA ALERJ DISSE QUE SE NÃO VOTARIA CONTRA ALTOS SALÁRIOS NA MAIOR CARA DE PAU DO MUNDO

      LVJT CADEIA NA CAMBADA URGENTE PELO AMOR DE DEUS

      É MUITA RUINDADE POR GANÂNCIA DESMEDIDA DESSA GENTE

      Excluir
  71. Esse acordo é puro papo não passa de um engana trouxa, nenhuma entidade financeira vai botar grana numa furada como essa, que garantia eles tem? e se depender do Supremo e do Congresso lá se vai 2017. O Governo Temmer deve tá dando boas gargalhadas do Pezão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dois estão dando gargalhadas dos servidores.

      Excluir
  72. Servo boa noite! Por favor se puder me responda: com essas alíquotas para desconto dos servidores q soma um total de 22℅ tb inclui pensionistas? Qual critério q eles vão usar p o desconto? Recebo 2675,00 bruto. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A proposta é de desconto para PENSIONISTAS que recebem acima de R$5500

      Excluir
  73. Nada na conta. Pensionista ALERJ.

    ResponderExcluir
  74. Boa noite,Servo! Por favor me tire uma dúvida. Meu filho é pensionista,recebe pela Rio previdência e por ser uma criança especial ele é isento do Imposto de Renda e tdos esses descontos em folha, garantido por lei. Com esse acordo entrando em vigor, ele continuará c seu direito garantido ou tera q ser descontado tbm? Pergunto pq como eles estao pisando na constituição e nas leis q nos protege, infelizmente tdo é possível! Por favor me responda se souber! Grata,Maria.

    ResponderExcluir
  75. Corre uma conversa em grupos de whatsap, de que Piciani teria mudado a data da sessão de retorno, do dia 2 para o dia 1 e de que Pezão teria assinado o aumento da contribuição de 11 para 22%. Alguém sabe se isso é verdade?

    ResponderExcluir
  76. Mas vcs são engraçados parece até que ja estão concordando com os abusos e absurdos que este acordo quer propor... que pelo menos dia 02/02 oa funcionarios publicos mostre que tem peito e que não vão aceitar essa barbarie...

    ResponderExcluir
  77. Mas vcs são engraçados parece até que ja estão concordando com os abusos e absurdos que este acordo quer propor... que pelo menos dia 02/02 oa funcionarios publicos mostre que tem peito e que não vão aceitar essa barbarie...

    ResponderExcluir
  78. As pessoas apenas estão querendo se preparar para o pior! Saber qual desconto para não ter uma desagradável surpresa! Não quer dizer que estamos de acordo, muito pelo contrario!

    ResponderExcluir
  79. Como este governo pode dar isenções para empresas que não deram contrapartida alguma e pretender que os servidores paguem em dobro o valor que pagam hoje para previdência sem nenhum retorno! Isto é redução de salário! Como vou pagar as contas se tudo subiu e eles querem diminuir meu salário! Por que eles acham que temos que pagar pela crise da má administração deles?

    ResponderExcluir
  80. Que a greve de toda a área da segurança seja retomada

    ResponderExcluir
  81. VAMOS COMPARTILHAR!

    Pezao/Meirelles e Temer-
    Querendo descontar um total 20% do Setor Previdenciario durante 3 anos, ou seja quem tem esse desconto o salario ira diminuir e muito! 😡😡😡

    NAO Vamos Deixar!
    Vamos Dizer NÃO -NAO -NÃO

    ResponderExcluir

ATENÇÃO !!!! REDOBREM O CUIDADO COM O QUE ESCREVEM E COM OS TERMOS QUE USAM. O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM