O BLOG E VOCÊ - AUDIÊNCIA E PARCERIA

O BLOG E VOCÊ - AUDIÊNCIA E PARCERIA

terça-feira, 5 de julho de 2016

REAJUSTE DOS SERVIDORES FEDERAIS DO EXECUTIVO ESTÁ AMEAÇADO

PROJETO DEVE IR À VOTAÇÃO AMANHÃ NO PLENÁRIO DO SENADO

MAS, SENADORES DA BASE DO ATUAL GOVERNO PROVISÓRIO - PMDB - PSDB E DEM - TEM SE MANIFESTADO CONTRÁRIO À SUA APROVAÇÃO.

Uma coisa é se posicionar acertadamente contra o aumento dos vencimentos dos MINISTROS DO STF, que por efeito CASCATA, leva ao aumento do TETO SALARIAL DO FUNCIONALISMO PÚBLICO, e cria um aumento de despesas para os ESTADOS da federação, que já não suportam as despesas que tem. Até aí a posição dos senadores pode ser compreendida, como a manifestada pelo senador Ricardo Ferraço, conforme matéria da Agência Senado de Notícias

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) avalia que o Senado deve ter responsabilidade ao votar projetos que concedem reajuste salarial. Para ele, é preciso analisar se os aumentos estão de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Em entrevista à jornalista Hérica Christian, no programa Senado em Revista, Ricardo Ferraço defendeu a rejeição do projeto (PLC 27/2016) que aumenta os vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal, usados como referência para o teto salarial do funcionalismo público.

Outra coisa muito diferente, é querer VETAR o reajuste dos SERVIDORES do poder executivo federal, que já foi aprovado na CÂMARA e tem, desde muito tempo, já reservado no ORÇAMENTO a devida dotação. Esse aumento será parcelado, com uma média de 5% de reajuste anual, que não cobre nem a inflação passada e provavelmente futura.

Se o SENADO enveredar por esse caminho de falsa preocupação com os gastos públicos, sacrificando mais uma vez o SERVIDOR FEDERAL, teremos sérios PROBLEMAS. Haverá forte reação do funcionalismo, com paralisações e GREVE.


3 comentários:

  1. Eu sou funcionária pública pendurada no consignado e com nome no SPC/Serasa. Isso dito, sou contra o aumento nesse momento. Parece pouco (e é), mas é muito se considerarmos que muitos dos nossos irmãos na iniciativa privada estão perdendo o emprego. É vergonhoso! Vai jogar a sociedade contra nós, assim como aconteceu com o judiciário, independente do justo merecimento.
    Egoísmo nosso, não importa se tá no orçamento, negociado, etc. Defendi que a greve fosse em 2014, até para fechar acordos antes da derrocada visível da economia, mas ouvi de outros colegas sindicalistas, que sabiam da real situação da economia igualmente a mim, que não era pra fazer greve para não prejudicar a eleição da afastada. Deu no que deu.

    ResponderExcluir
  2. Sra. CIL

    O BLOG respeita seu ponto de vista, mas discordamos. Não dar o reajuste que os servidores tem direito, em nada vai mudar a questão do desemprego. O que precisamos é fechar a torneira dos desvios de dinheiro público, é acabar com a SONEGAÇÃO, é parar de colocar dinheiro em obras faraônicas, parar de pagar esses juros estratosféricos aos agiotas. Quanto ao movimento de greve, ele já vem no serviço público faz tempo, mesmo no governo da presidente Dilma. O judiciário fez greve, o INSS fez greve, os Peritos FIZERAM, A RECEITA FEZ...não detectamos essa postura de que os servidores não fizeram greve para não atrapalhar a reeleição da presidente.

    Quem tem que ter "vergonha" de pedir aumento, é quem GANHA MUITO e TRABALHA POUCO. É Senador, Deputados, DESEMBARGADORES, MINISTROS...o servidor que ganha mal, está com salários arrochados faz tempo, não tem motivos de se envergonhar em reivindicar seus direitos.

    Um abraço e grato pelo comentário

    ResponderExcluir
  3. Concordo! Quando que sai o reajuste para o servidor federal pensionista do ministério dos transportes?

    ResponderExcluir

ATENÇÃO !!!! REDOBREM O CUIDADO COM O QUE ESCREVEM E COM OS TERMOS QUE USAM. O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM