DEZEMBRO / 2017 - 19 MILHÕES DE PÁGINAS VISTAS - OBRIGADO PELA COMPANHIA

DEZEMBRO / 2017 - 19 MILHÕES DE PÁGINAS VISTAS - OBRIGADO PELA COMPANHIA
NOSSA DIGITAL É A DEFESA DE QUEM TRABALHA E TRABALHOU !

terça-feira, 6 de outubro de 2015

CONGRESSO NÃO CONSEGUE VOTAR VETOS - SESSÃO É ADIADA PARA AMANHÃ POR FALTA DE QUORUM

DEPUTADOS FAZEM GAZETA E NÃO CUMPREM COM A SUA OBRIGAÇÃO DE SE POSICIONAR E VOTAR.


Faltou QUORUM, faltou DEPUTADO em PLENÁRIO, faltaram com sua obrigação de assumir POSIÇÃO e virar essa página, no momento difícil que o BRASIL atravessa. Os excelentíssimos precisam tomar uma decisão, ou DERRUBAM O VETO ou MANTÉM O VETO. O que não pode, pois não interessa ao TRABALHADOR / SERVIDOR / APOSENTADO, é essa indefinição, fruto de procrastinação que tem no fundo, a intenção real de usar a todos estes segmentos de brasileiros, como moeda de troca e chantagem do governo.

Conexão Servidor Público

Sessão do Congresso para votar vetos de Dilma é adiada mais uma vez
Jornal do Brasil

Entre os vetos que estavam pautados para a sessão conjunta desta terça, o mais polêmico é o que concede reajuste médio de 56% aos servidores do Judiciário. A categoria promoveu mais um "vuvuzelaço" no gramado em frente ao Congresso.

O projeto, vetado pela presidente Dilma Rousseff, previa que as correções fossem escalonadas até 2019. De acordo com o Ministério do Planejamento, essa proposta geraria uma despesa de R$ 5,3 bilhões em 2016. Em quatro anos, até 2019, o custo total seria, segundo o governo, de R$ 36,2 bilhões.

Outro ponto polêmico que estava em pauta era o veto de Dilma ao texto que estende para todos os aposentados e pensionistas as regras de reajuste anual do salário mínimo. A previsão é de que essa medida gere um gasto de R$ 11 bilhões nos próximos quatro anos.

É a segunda tentativa frustrada do governo para que sejam apreciados esses vetos. Na semana passada, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), articulou uma manobra com a oposição para inviabilizar a sessão do Congresso.

NÚMEROS

Só 196 dos 513 deputados haviam registrado presença. A base aliada conta com 304 deputados, sendo que 122 compareceram à sessão, e 182 faltaram: PMDB - 66 deputados (34 participaram da sessão de hoje); PT - 70 (39 participaram); PROS - 11 (8 participaram); PC do B - 10 (7 participaram); PR - 34 (6 participaram); PP - 36 (9 participaram); PSD - 37 (10 participaram); PRB - 21 (5 participaram); PDT - 19 (4 participaram). 

Entre os senadores, o quórum foi atingido (46), com a participação de seis parlamentares a mais que o mínimo exigido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO !!!! REDOBREM O CUIDADO COM O QUE ESCREVEM E COM OS TERMOS QUE USAM. O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM