O BLOG E VOCÊ - AUDIÊNCIA E PARCERIA

O BLOG E VOCÊ - AUDIÊNCIA E PARCERIA

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

ESTALEIRO EISA PETRO UM - TRABALHADORES DEMITIDOS E "ENCOSTADOS" RECEBEM PARTE DOS SEUS DIREITOS

JUSTIÇA ATENUA GRAVE PROBLEMA DAS DEMISSÕES DE METALÚRGICOS DE ESTALEIRO EM NITERÓI


Liberação de R$ 12 milhões para os trabalhadores e novo bloqueio de valores dos estaleiros

Em audiência da 3ª Vara do Trabalho de Niterói realizada na sala de Audiência da Coordenaria de Apoio à Efetividade Processual (CAEP), no Tribunal Regional do Trabalho no Rio de Janeiro, o Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói conseguiu a liberação de mais R$ 12 milhões para pagamentos dos trabalhadores do Estaleiro Eisa Petro Um. A determinação é do juiz da ação nº 0011078-98.2014.5.01.0999, Dr Paulo de Tarso Machado Brandão. O valor faz parte de um bloqueio inicial de R$ 15 milhões garantidos em juízo pela Transpetro, subsidiária da Petrobras e contratante do estaleiro. No fim de junho o estaleiro demitiu 1.300 trabalhadores e fechou as portas na primeira semana de julho, deixando em casa outros dois mil funcionários.

A decisão que determinou a liberação do valor bloqueado de R$ 12 milhões foi concedida em sede de tutela antecipada. Para iniciar os repasses aos trabalhadores, o juiz ressalvou algumas determinações.

O Sindicato vai apresentar nos próximos dias um cronograma de pagamentos que deverá ter a concordância do Ministério Público do Trabalho para a liberação dos valores. Inicialmente serão pagos um salário aos dois mil trabalhadores dispensados e que aguardavam em casa, referente ao mês de junho que foi trabalhado. O restante do valor será parcelado em duas vezes e dividido igualmente entre todos os trabalhadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO !!!! REDOBREM O CUIDADO COM O QUE ESCREVEM E COM OS TERMOS QUE USAM. O BLOG É LUGAR DE TROCAR OPINIÕES E NÃO DE TROCA DE OFENSAS. Deixe seu comentário na certeza de que sua opinião é muito importante. Ressalvamos o nosso direito de deletar conteúdos debochados, rasteiros, com pregação de ódio, ilegalidades, ofensivos ou injuriosos. A responsabilidade pelo que escreve é do autor do comentário, que poderá ser identificado com ordem judicial pelo IP.

ACERVO SOU SERVIDOR

CONEXÃO NOTÍCIAS

CONEXÃO NOTÍCIAS
O SERVIDOR / TRABALHADOR BEM INFORMADO - CLIQUE NA IMAGEM